Início > Notícia > Debate sobre arbitragem no Footecon

Debate sobre arbitragem no Footecon

A temporada do futebol Brasileiro ainda não acabou. O Footecon, Fórum Internacional de Futebol, começou no dia de ontem (07/12) e termina hoje. O evento acontece no Rio de Janeiro, no Centro de Convenções do Copacabana Palace. Um encontro 100% profissional, que conta com a expertise e coordenação de Carlos Alberto Parreira.


O Fórum já se consagrou como o mais importante encontro da indústria nacional do futebol, reunindo anualmente seus principais profissionais, dirigentes esportivos, autoridades governamentais, mídia especializada, investidores e patrocinadores para palestras e debates dedicados ao esporte e sua gestão.

O foco em negócios no mundo do futebol continua, assim como a exposição das inovações para melhor rendimento, em gestão do esportiva e na formação de profissionais para o setor. No lugar dos stands, como em edições anteriores, entram os lounges de exposição. E o grande assunto entre os expositores parece mesmo ser a Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

A grade de programação é extensa e conta com palestras dos mais diversos temas do futebol, com convidados do quilate de Mano Menezes, técnico da Seleção Brasileira, Muricy Ramalho, maior campeão dos pontos corridos do Brasileirão, o atacante Ronaldo do Corinthians, dentre outros.


Um dos temas tratados nas palestras do Fórum é a arbitragem, que tem como seu organizador e mediador, o ex-árbitro e comentarista de arbitragem Arnaldo Cézar Coelho.

Hoje, a palestra central sobre arbitragem contou com participantes ilustres como Sérgio Correia da Silva, presidente da Comissão de Árbitros da CBF (CONAF), Manoel Serapião Filho, ex-árbitro FIFA e membro da CONAF, Carlos Eugênio Simon, árbitro recém aposentado e Carlos Amarilla, árbitro FIFA do Paraguai. O debate foi transmitido ao vivo e na íntegra pelo canal SporTV.

Carlos Amarilla e Arnaldo Cézar Coelho

O mundialista Carlos Amarilla contou sobre sua carreira e disse ser de uma família de árbitros. Seu pai era árbitro e seus irmãos mais novos também são. Amarilla disse que seu pai o incentivou no início e logo aos 19 anos se tornou árbitro profissional no Paraguai e aos 25 anos de idade atingiu o escudo de árbitro FIFA, no mesmo ano em que o brasileiro Carlos Simon conquistou o seu escudo.

Amarilla ainda contou sobre suas inúmeras participações em competições continentais como Libertadores, Copa América, Sulamericano e também e mundiais sub-17 e sub-20, além da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha. O hermano ainda contou sobre o fato de não ter participado da Copa de 2010 na África do Sul, pois um de seus assistentes reprovou no teste físico e, segundo o regulamento da FIFA, quando um dos componentes do trio mundialista reprova, nenhum dos integrantes pode ir à Copa do Mundo. Mas, ainda com 40 anos, sonha em estar na Copa de 2014 no Brasil.

Carlos Simon também falou de sua carreira e destacou o fato curioso de ter iniciado em uma final, aos 18 anos no seu colégio em Porto Alegre, e ter encerrado também em outra final, no último dia 05/12, na decisão do título do Fluminense, contra o Guarani de Campinas.

Simon destacou a evolução da arbitragem no mundo e o trabalho que a FIFA vem fazendo. Ele ainda contou um fato inusitado na Copa de 2002, quando foi, juntamente com o assistente Jorge Paulo Gomes, fazer o jogo decisivo entre Itália e México. Simon conheceu seu segundo assistente, vindo da Malásia, apenas horas antes da partida. E comentou seu plano de trabalho com ele: “você só vai marcar lateral, amigo”. Felizmente tudo deu certo naquele jogo.

O presidente da CONAF, Sérgio Correia da Silva, falou um pouco do trabalho que a CBF e a Comissão de Arbitragem vem fazendo e mostrou números e gráficos estatísticos da evolução da arbitragem nacional.

Manoel Serapião Filho falou de sua visita à FIFA para acompanhar o novo trabalho com os árbitros assistentes que ficarão atrás do gol e como ele deverá ser implementado aqui no Brasil, destacando que São Paulo e Rio de Janeiro vão começar os testes oficiais já em 2011.

O debate foi aberto a perguntas dos conferencistas e contou com a ilustre participação de Carlos Alberto Parreira e Renê Simões com perguntas bem pertinentes. Parreira questionou se os árbitros dariam pênalti após uma indicação do novo árbitro assistente adicional, mesmo sem ter visto o lance ou ter convicação. Simon e Amarilla comentaram que há todo um trabalho por trás do planejamento da partida e que existem casos específicos onde a intervenção do novo assistente será decisiva.

O ex-árbitro FIFA, Emídio Marques de Mesquita, também presenta na platéia, questionou Sérgio Correia sobre os números de faltas e cartões que são bem altos no Brasil. Sérgio comparou os números do Brasil com Inglaterra e a última Copa do Mundo e disse que não há tanta diferença, e que no passado, havia muito mais faltas nas partidas.

Para encerrar o debate, o assunto foi a tecnologia no futebol. Todos concordam em um ponto, a tecnologia está aí e é inevitável a sua adoção. Muitas experiências tem sido feitas e logo elas devem fazer parte do espetáculo. Porém, os participantes esclarecem que o uso da tecnologia deve se restringir apenas a lances ou situações de fato, sem margem para interpretações, como gols duvidosos, a exemplo de Inglaterra e Alemanha na última Copa, ou mesmo o gol de mão de Henri entre França e Irlanda nas eliminatórias da Europa. A interpretação ainda fica a cargo do árbitro, sem interferência externa. O uso do video, como recurso tecnológico, parece mesmo ser descartado da ideia. Simon ainda reforçou a necessidade da profissionalização dos árbitros, com melhores condições para seu desenvolvimento técnico e pessoal.

Este encontro foi muito útil e mostra o fortalecimento e a importância de se discutir e melhorar a arbitragem nacional e mundial, não apenas no aspecto técnico, mas principalmente no humando, tecnológico e profissional.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: