Início > Notícia > Priosioneiros argentinos são treinados para ser árbitros de futebol

Priosioneiros argentinos são treinados para ser árbitros de futebol

Detentos estão sendo treinados como árbitros profissionais, para que possam atuar nas ligas profissionais da Argentina quando sairem da prisão.

O poder do esporte para ajudar na reabilitação de crimonosos está sendo testado na Argentina. Priosioneiros de Buenos Aires estão tendo a chance de treinar como árbitros de futebol para ajudar na sua reinserção na sociedade. Até agora, os responsáveis dizem que o projeto tem funcionado.

– A primeira medida é ensinar as regras do jogo, disse Luis Belatti – treinador e árbitro profissional.

– Eles precisam ao menos saber ler e escrever, para que possam escrever seus relatórios após os jogos – completou Belatti.

Este é um programa desenvolvimento devido à falta de árbitros. Até o momento são 20 inscritos no programa.

José, um dos participantes, disse que é “gratificante ser parte deste programa, ajuda a nos tornar pessoas melhores”.

Esta é uma das penitenciárias que tem o maior número de atividades esportivas na província de Buenos Aires, e além do curso de árbitro, tem atividades de tênis, boxe e rugbi. Após o jogo e os treinos, os detentos voltam para sua relidade na prisão de segurança máxima, com 1.500 pessoas.

Ainda nenhum detento apitou nas ligas profissionais, mas, com o sucesso deste programa, certamente haverá algum novato em breve.

Veja o video da reportagem da BBC.

Anúncios
Categorias:Notícia
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: