Arquivo

Archive for outubro \26\UTC 2011

Força Tarefa 2014 da FIFA define próximas propostas

A Força Tarefa 2014 da FIFA ( em inglês Task Force Football 2014) se reuniu pela segunda vez sob a presidência de Franz Beckenbauer na sede da FIFA em Zurique no dia de hoje.


“A FIFA Task Force Football 2014 cumpre um papel integral no nosso programa de boa governança, transparência e tolerância zero contra irregularidades dentro e fora dos gramados, o qual apresentamos na sexta-feira passada”, afirmou o presidente da entidade máxima do futebol mundial, Joseph S. Blatter, na abertura do encontro.

“Franz Beckenbauer e a equipe formada por alguns dos maiores especialistas em futebol do mundo todo têm uma importante tarefa nos próximos anos para assegurar que o futebol esteja no seu melhor momento na Copa do Mundo da FIFA 2014, e a arbitragem é certamente uma das áreas fundamentais.”

“Em 1990, a primeira força-tarefa levou a decisões fundamentais que aprimoraram o esporte significativamente, como a regra do recuo de bola”, declarou Beckenbauer. “A nossa missão é ser uma comissão que faça propostas decisivas e que sejam implementadas. Essa foi a promessa que recebemos do presidente da FIFA.”

O objetivo da força-tarefa é desenvolver e examinar propostas concretas para tornar o futebol mais atraente e aperfeiçoar o controle das partidas em competições de elite, o que envolve aspectos como regras, arbitragem, regulamentos, futebol feminino, medicina e desportividade.

O vice-presidente Pelé não pôde comparecer devido a outros compromissos, entre os quais a sua função de assessor especial da presidente Dilma Rousseff para assuntos da Copa do Mundo da FIFA 2014. No entanto, ele reafirmou o seu compromisso com a força-tarefa. Também não participaram o secretário-geral da Federação Inglesa de Futebol, Alex Horne, e o presidente da Federação Americana de Futebol, Sunil Gulati. Ioan Lupescu, que foi recentemente contratado para ser funcionário permanente da UEFA, não poderá mais participar do grupo de trabalho.

Estes foram alguns dos principais pontos da pauta de hoje da FIFA Task Force Football 2014:

· Desportividade: Nos últimos meses, comportamentos antidesportivos geraram vários incidentes negativos dentro e fora dos gramados. A Força-Tarefa considera crucial desenvolver um plano de ação concreto na próxima reunião, especialmente com relação à conduta de jogadores, treinadores e dirigentes, os quais precisam dar o exemplo para a torcida e o público em geral.

· Regra 4, sistemas de comunicação: A Força-Tarefa tratou do uso de ferramentas de tecnologia de comunicação nos bancos de reservas e concordou com a decisão da International Board de que nenhuma ferramenta de comunicação seja usada na área de jogo.

· Arbitragem sobre a Regra 12: A Força-Tarefa tratou mais uma vez da questão da punição tripla. Os membros concordaram que apenas em faltas graves com violência física deve ser imposta a punição tripla composta por pênalti, cartão vermelho e suspensão. O grupo também concordou que o cartão vermelho e o pênalti sejam mantidos para o jogador de linha que impedir um gol sobre a linha usando a mão. Por outro lado, faltas simples dentro da área devem ser punidas apenas com pênalti e cartão amarelo. A mesma punição é proposta para o goleiro que tentar pegar a bola, mas acertar as pernas de um jogador. O objetivo é facilitar a tomada de decisões mais justas e uniformes por parte dos árbitros. O texto das regras será revisado para incluir as decisões acima e proposto novamente à International Board em março.

· Regra 11, impedimento: O grupo voltou a tratar da interpretação da regra 11 sobre impedimento passivo e ativo. O presidente pediu que os membros da Força-Tarefa deem sugestões para uma regra clara e compreensível até a próxima reunião do grupo.

Outros pontos em pauta foram a unificação de regulamentos de competições entre todas as confederações continentais, uma análise da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2011 e da sua influência positiva sobre um maior crescimento do futebol feminino, regulamentos de beach soccer e assuntos médicos.

Fonte: FIFA

Anúncios
Categorias:Notícia Tags:,

Árbitros alemães sob investigação de evasão fiscal

Agentes fiscais da Alemanha foram à Federação Alemã de Futebol (DFB), com sede em Frankfurt, nesta segunda-feira, investigar uma possível evasão fiscal por parte de alguns árbitros.


A investigação não estava relacionada a quaisquer das atividades da DFB, estava se concentrando em receitas e impostos pagos por alguns árbitros. O secretário-geral da DFB, Wolfgang Niersbach disse que iria apoiar a investigação.

“Não há denúncias contra a DFB”, disse ele em um comunicado. “Vamos apoiar os agentes fiscais com todos os meios possíveis. Corrigir a tributação das receitas do árbitro cabe aos árbitros si mesmos. ”

A DFB disse que os policiais estavam revisando os documentos da arbitragem.

“A razão para esta ação é que, segundo os oficiais fiscais, alguns árbitros, no passado, não pagaram corretamente os impostos de suas receitas.”

Fonte: Proreferee (tradução)

Categorias:Notícia

Arbitragem das Eliminatórias da Copa 2014

A Conmebol divulgou a escala de árbitros para as rodadas 3 e 4 das Eliminatórias para a Copa do MUndo 2014 no Brasil. Dois jogos terão a presença de quartetos brasileiros. Confira os jogos.

Argentina x Bolivia
11/11/2011 às 15:00
Árbitro: Carlos Vera (EQU)
Asistente 1: Carlos Herrera (EQU)
Asistente2: Byron Romero (EQU)
4to Árbitro: Alfredo Intriago (EQU)

Uruguai x Chile
11/11/2011 às 17:00
Árbitro: Hector Baldassi (ARG)
Asistente 1: Gustavo Esquivel (ARG)
Asistente2: Diego Bonfa (ARG)
4to Árbitro: Nestor Pitana (ARG)

Colombia x Venezuela
11/11/2011 às 19:00
Árbitro: Omar Ponce (EQU)
Asistente 1: Juan Cedeno (EQU)
Asistente2: Christian Lescano (EQU)
4to Árbitro: Daniel Salazar (EQU)

Paraguai x Equador
11/11/2011 às 19:00
Árbitro: Jose Buitrago (COL)
Asistente 1: Eduardo Diaz (COL)
Asistente2: Wilson Berrio (COL)
4to Árbitro: Imar Machado (COL)

Colombia x Argentina
15/11/2011 às 16:00
Árbitro: Salvio Fagundes (BRA)
Asistente 1: Alessandro Rocha (BRA)
Asistente2: Erick Bandeira (BRA)
4to Árbitro: Marcelo Henrique (BRA)

Equador x Peru
15/11/2011 às 16:00
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Asistente 1: Pablo Fandino (URU)
Asistente2: Marcelo Costa (URU)
4to Árbitro: Martin Vazquez (URU)

Chile x Paraguai
15/11/2011 às 18:30
Árbitro: Heber Lopes (BRA)
Asistente 1: Emerson Carvalho (BRA)
Asistente2: Dibert Pedrosa (BRA)
4to Árbitro: Ricardo Marques (BRA)

Venezuela x Bolivia
15/11/2011 às 20:00
Árbitro: Georges Buckley (PER)
Asistente 1: Luis Abadie (PER)
Asistente2: Jonny Bossio (PER)
4to Árbitro: Manuel Garay (PER)

Categorias:Notícia

Quem mais corre em uma partida de futebol

Um atleta profissional corre entre 9 e 11 quilômetros durante os 90 minutos de uma partida de futebol. Esses números, publicados em estudos científicos pelo fisiologista Turíbio Leite de Barros, da Unifesp e do São Paulo Futebol Clube, batem com as distâncias percorridas pelos jogadores dos grandes clubes europeus, que, nas partidas da Liga dos Campeões, têm a quilometragem medida em tempo real.

Isso permite aos torcedores medir quem gasta a sola da chuteira e quem faz corpo mole. E foi justamente para coroar os “maratonistas” que em março de 2008 a liga inglesa organizou uma rodada beneficente em que cada quilômetro percorrido pelos jogadores valia o equivalente a 60 reais, doados para uma instituição de caridade.


O meio-campista francês Mathieu Flamini, do Arsenal, foi o que mais se doou, correndo cerca de 13 quilômetros e gerando, sozinho, 800 reais para a campanha. Em geral, os meias são mesmo os maiores corredores. Laterais e alas são os que mais correm com a bola nos pés e atacantes correm as menores distâncias, mas chegam a dar 50 piques de até 15 metros em altíssima velocidade – o atacante Wayne Rooney, por exemplo, atinge quase 35 km/h.

Mas o mais curioso é que em muitas partidas quem mais corre é o árbitro: no campeonato italiano, a movimentação deles foi medida e se chegou a até 14 quilômetros em uma partida.

Fonte: Mundo Estranho
Link: http://mundoestranho.abril.com.br/materia/quanto-um-jogador-de-futebol-corre-em-uma-partida

Categorias:Notícia

Jogo anulado porque árbitro estava bêbado

Uma partida de futebol na República Tcheca entre duas equipas de divisões regionais, vai ser repetido porque Tomas Fidra, o árbitro do encontro, estava bêbado, segundo comprovou a polícia após o jogo, através de um teste de dosagem alcoólica.

– “Ele estava muito exaltado e nem escondeu que tinha ido a uma festa de aniversário”, afirmou Karel Dusek, responsável do desconhecido clube Jestrabi Lhota.

O árbitro encontrava-se com uniforme todo sujo, em virtude de várias quedas que teve durante o jogo. Também notaram que a maneira como dirigiu o jogo era anormal, visto ter expulsado três jogadores da equipa visitante, aparentemente, sem razão nenhuma.

As autoridades regionais decidiram anular o encontro, que acabou com o placar de 1 a 1, com base num artigo de fair-play, e o árbitro corre o risco de ser suspenso durante um ano.

Categorias:Notícia

TV Process de Matão entrevista árbitro Semene

Matéria veiculada no portal Process (www.process.com.br) e na TV Process (tv.process.com.br). O Repórter Maury Jr e o mini repórter Vinícius Lunardi entrevistaram o árbitro da FIFA Wilson Luiz Seneme. Matéria veiculada em 20/02/2010.

Categorias:Notícia, Video Tags:

Jogar é expulso por chutar chuteira contra assistente

As expulsões fazem parte de um jogo de futebol e acontecem por motivos diversos. Yoav Ziv, jogador do Maccabi Telavive, inovou ao ver o cartão vermelho por pontapear a bota contra o árbitro assistente.

O episódio aconteceu no jogo dos israelitas com o Stoke City, a contar para a terceira jornada do Grupo E da Liga Europa.

Minuto 55, Yoav Ziv disputa a bola junto à linha lateral, é pisado por um adversário e perde a bota que acabaria por pontapear na direcção do árbitro assistente. Arrependido, o jogador foi lesto a desculpar-se mas o mal estava feito. Resultado: viu o cartão vermelho directo e recolheu mais cedo aos balneários.

Após a partida, Yoav deu uma entrevista (em inglês) admitindo o ocorrido, mas o classificou apenas como “azar” a chuteira ter “voado” em direção ao assistente. Ele disse que foi apenas seu segundo cartão vermelho em sua longa carreira.

Categorias:Notícia, Video Tags:
%d blogueiros gostam disto: