Arquivo

Archive for maio \29\UTC 2012

Árbitro é baleado no amador em BH

Sonho de criança vira tragédia para Wilson do Carmo, que levou quatro tiros após vitória do Reunidos sobre o Santa Lúcia.

juiz-baleadoConfira reportagem da TV Globo aqui. O fato ocorreu em 2003.

Os árbitros paralisaram suas atividades no mês passado, por falta de segurança nos campos de várzea. O temor das ameaças contra suas vidas daqueles, gerado pela sucessão de agressões físicas, acabou se confirmando ontem à tarde, quando o árbitro Wilson do Carmo (de 27 anos, residente na rua Santa Amélia, no bairro São Marcos), foi friamente atingido por cinco tiros, no campo da Barragem do Santa Lúcia, que ironicamente fica ao lado do 22º Batalhão da Polícia Militar, no bairro de mesmo nome.

O árbitro, atingido no abdômen por três balas, uma delas ainda alojada, e uma outra que atingiu o antebraço, foi levado em estado grave para o Pronto Socorro do Hospital João XXIII. Wilson do Carmo tinha acabado de apitar a partida entre o Santa Lúcia e Reunidos do Alto dos Pinheiros, pela Divisão Especial do Campeonato Amador da cidade. O Santa Lúcia havia perdido por 1 a 0 e, quando o trio de arbitragem caminhava para o vestiário, foi surpreendido por um rapaz que sacou uma arma e disparou a queima roupa.

O assistente Leandro Salvador, de 23 anos, disse que não deu tempo nem de ver o rosto da pessoa que atirou. Ele lamenta que mesmo trabalhando ao lado do 22º BPM, não tiveram nenhum tipo de segurança. A assistência, por parte do policiamento deste batalhão, só aconteceu depois que Wilson do Carmo foi baleada. A polícia chegou a ver dois rapazes fugindo do local, um deles moreno e usando camisa amarela, e um outro de camisa branca.

Ainda segundo as informações de Leandro Salvador, o primeiro tiro pegou no chão, o que deu a impressão de se tratar de bombinhas , mas as outras quatro balas atingiram seu companheiro.

Assustado e admitindo ter medo, Leandro disse que, ao ver o colega sangrando, sentiu uma sensação de constrangimento e revolta . Leandro reclamou da falta de segurança nos campos e disse que nunca tinha sido vítima de agressão, mas diante do que presenciou na Barragem Santa Lúcia vai parar de trabalhar como assistente, pois tem apenas 18 meses no Quadro de Árbitros da FMF. Não adiante trabalhar deste jeito, sem segurança. A nossa expectativa era de sempre haver segurança nos campo, e não só o carro da polícia passar por eles, deixando o trio às voltas com a insegurança. A FMF devia ter tomado providências, além de todos os envolvidos no esporte , criticou o árbitro-assistente.

A paralisação dos árbitros no mês passado teve uma duração de 30 dias, quando exigiram providências. Os árbitros cobraram policiamento nos campos, o que foi prometido. Mas, pelo ocorrido no da Barragem Santa Lúcia, a segurança ficou mesmo só na promessa.

Na portaria do João XXIII, a esposa do árbitro Wilson do Carmo, Flaviana Braga do Carmo (22 anos), esperava com ansiedade informações do marido que estava sendo operado no bloco cirúrgico do hospital. Flaviana contou que o casal tem uma filha de dois anos, Lariomar, e que sempre viu a profissão de Wilson como muito arriscada, que por ela o marido não deverá continuar. Ele só tem um ano de profissão, mas depois dessa situação acho que deve parar. Em outra ocasião, ele precisou de escolta policial para sair de um campo .

Segundo Flaviana, apitar partidas de futebol era um sonho de juventude de seu marido: Ele procurou a FMF e, sem apoio de ninguém, conseguiu entrar para o Quadro de Árbitros. Era o seu sonho fazer o curso para apitar e, agora, está com a vida em risco , afirmou desolada.

Fonte: Futebol Amador de Minas Gerais

Anúncios
Categorias:Notícia Tags:, ,

Árbitro Diego Pombo deve integrar elenco de “A Fazenda” 5

O árbitro baiano, e também ator, Diego Pombo, segundo fontes, está confirmado para próxima edição do programa “A Fazenda” da Rede Record.

Apesar de todo o mistério e incerteza sobre os participantes da próxima edição do programa, o diretor da atração, Rodrigo Carelli, garantiu a presença de um modelo nordestino que segundo uma fonte ao Brasil Diário seria Diego.

O árbitro-modelo, que já teve um vídeo íntimo vazado na internet, deverá fazer parte do elenco do reality show ao lado de personalidades como Angela Bismarchi, Felipe Folgosi, Gretchen, Léo Áquila, Mulher Moranguinho, Nicole Bahls, Ralph Santos, Robertha Portella, Simone Sampaio, Shayene Cesário, Sylvinho Blau Blau, Vavá e Viviane Araújo.

No último sábado, 25, Pombo fez uma festa de despedida na Bahia e dizia aos amigos que estava se mudando para o Rio de Janeiro.

Ele tem apenas 25 anos e já é considerado o juiz de futebol mais bonito do Brasil. Diego iniciou sua carreira como árbitro em 2003 aos 16 anos. Como profissional ele estreou no Campeonato Baiano de 2008 no jogo Porções e Itabuna.

Além de árbitro e fisioterapeuita, atualmente ele trabalha como modelo e estuda Introdução à Dramaturgia e Método Stanislawski na Escola de Teatro Sitorne, no bairro do Rio Vermelho em Salvador, e ainda Interpretação para TV com o professor George Vladimir na TV Pelourinho, no Centro Histórico.

Categorias:Notícia Tags:

Os árbitros são muito mais profissionais que os jogadores

Opinião de um árbitro bem conhecido dos portugueses e que, ainda na semana passada, fez companhia a Pedro Proença.

Em Portugal muito se tem discutido sobre a possibilidade de se avançar para a profissionalização dos árbitros. Mas aqui ao lado há quem defenda que os juízes do futebol são “muito mais profissionais” que os jogadores.

É a opinião de um árbitro bem conhecido dos portugueses e que, ainda na semana passada, fez companhia a Pedro Proença, na final da Liga dos Campeões (no papel de quarto árbitro).

Carlos Velasco Carballo, único representante espanhol no próximo Europeu, falou esta quarta-feira sobre a profissionalização: “O que é ser profissional? Eu deixei o meu trabalho para me dedicar em exclusivo a isto. Treino todos os dias, tenho uma atividade remunerada, e muito bem remunerada, e preparo todos os jogos”.

“Os árbitros são muito mais profissionais que os jogadores porque aglutinamos a figura do jogador e do treinador. Sim, considero-me profissional”, afirmou o espanhol, citado pela Europa Press.

Velasco Carballo, árbitro da final da Liga Europa no ano passado entre FC Porto e Sp. Braga, quer realizar um Europeu “extraordinário”.

O espanhol explicou num evento em Madrid que a metodologia de treino para todas as partidas envolve, por exemplo, o fato dos árbitros correrem entre 11 e 12 quilometros.

Fonte: Refereetip / Relvado / arbitro10.com

FIFA cogita fazer exames antidoping em árbitros

24/05/2012 1 comentário

‘O juiz é um atleta no campo, então acho que ele deveria ser submetido às mesmas regras’, diz presidente do Comitê de Arbitragem da entidade

Os árbitros poderão fazer exames antidoping no futebol. A informação foi dada por especialistas da Fifa nesta quinta-feira durante o Congresso Médico da entidade, que está sendo realizado em Budapeste, na Hungria. Presente no evento, o juiz inglês Howard Webb, que apitou a final da última Copa do Mundo, elogiou a ideia.

– Eu não acho que isso seja um problema para nós, pois não estamos competindo. Se isso é algo que a Fifa quer fazer, estamos bem com isso. Se isso serve para mostrar que todos que estão envolvidos no esporte estão totalmente limpos, é assim que tem que ser – disse Webb.

De acordo com o médico chefe da Fifa, Jiri Dvorak, a possibilidade tem sido discutida já que os árbitros também fazem parte do jogo e será estudada no futuro. Presidente do Comitê de Arbitragem da entidade, Michel D’Hooghe também confirmou a possibilidade.

– O juiz é um atleta no campo, então acho que ele deveria ser submetido às mesmas regras – afirmou.

Outro tema que tem sido abordado pela Fifa em reuniões é a utilização da tecnologia para ajudar o trio de arbitragem em lances duvidosos – principalmente se a bola entrou ou não. Testes já estão sendo feitos e, segundo o presidente Joseph Blatter, a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, será a primeira já com o uso da tecnologia.

Fonte: Globo Esporte

Categorias:Notícia Tags:, ,

Leandro Vuaden apita decisão da semi entre Corinthians e Vasco na Libertadores

23/05/2012 1 comentário

Árbitro de Corinthians x Vasco estuda jogo de ida na madrugada e nega levar herança de pressão.

Os jogadores de Corinthians e Vasco voltam a campo nesta quarta-feira para decidir uma vaga na semifinal da Copa Libertadores, carregando toda a bagagem emocional do jogo de ida, marcado pela polêmica do gol anulado de Alecsandro. A responsabilidade pela mediação da partida do Pacaembu estará nas mãos de Leandro Pedro Vuaden, árbitro gaúcho que admite estudar tudo a respeito sobre o confronto em seu trabalho de preparação.

Vuaden afirma que, desde que tomou conhecimento de sua escala na última sexta-feira, tem estudado o noticiário referente aos times envolvidos. Na noite de segunda para terça, o gaúcho acompanhou o VT da partida de ida [empate por 0 a 0 em São Januário] para levantar pontos de interesse que possam colaborar na sua atuação no Pacaembu.

“Exploro tudo a respeito do jogo, busco tudo o que é informação, com alguma distancia. Tudo para traçar um plano de atuação. Tive a oportunidade de assistir ao jogo ontem [segunda] de madrugada, na reprise do Fox Sports. Assisti pela segunda vez, porque já tinha visto ao vivo. Você tem a oportunidade de selecionar alguns detalhes de procedimentos, ver algum atrito relacionado a jogadores. Isso ajuda em uma arbitragem preventiva”, afirmo o árbitro de 36 anos em entrevista.

O homem do apito para a decisão de São Paulo nesta quarta avalia como excelente o desempenho do trio liderado por Sandro Meira Ricci na última quarta-feira. Na partida de ida, o lance mais controverso do jogo aconteceu aos 25min do segundo tempo, quando o auxiliar Alessando Rocha Matos anulou gol do vascaíno Alecsandro, assinalando impedimento do atacante.

O lance em questão foi tão controverso que causou dúvidas até mesmo nas interpretações dos recursos de tecnologia de emissoras de televisão, mecanismos especialistas em resolução deste tipo de jogada.

A polêmica do gol anulado do Vasco motivou reclamação oficial da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, em carta à CBF. Em texto assinado pelo presidente da entidade, Rubens Lopes, o árbitro Sandro Ricci foi descrito como “bem mandado”, em insinuação de favorecimento aos paulistas.

Antes do anúncio de Vuaden, o vice-presidente de futebol do Vasco, José Hamilton Mandarino, chegou a sugerir a escalação de um árbitro estrangeiro, com o argumento de isolar possíveis interferências externas.

No entanto, apesar de todo este pacote de antecedentes, o árbitro da segunda partida descarta carregar ao gramado do Pacaembu a herança de pressão relacionada ao jogo de ida.

“A arbitragem [de Sandro Ricci] foi muito boa. A TV nos ajuda, mas também nos derruba, é normal. Respeito quem trabalha neste meio e tem recursos a sua disposição. Mas não tem nada desse jogo de quarta para amanhã [quarta-feira]. É um novo jogo de 90 minutos”, comenta Vuaden.

Leandro Pedro Vuaden está escalado pela Conmebol como líder do trio que ainda conta com os auxiliares Altemir Hausmann e Carlos Berkenbrock. O árbitro diz que tem trocado observações com seus colegas desde sexta, através de telefonemas e mensagens de e-mail.

“Não dá para abrir mão dessas coisas, esquecer o mundo, só botar o uniforme e entrar em campo. Tem que buscar informações. É fundamental essa conversa com todo o quarteto arbitragem”, diz Vuaden, árbitro que tem como fama deixar o jogo correr sem muitas interrupções.

A partida entre Corinthians e Vasco tem início marcado para 22h (horário de Brasília) no Pacaembu. A equipe que vencer assegura vaga na semifinal. O empate com gols favorece os cariocas, enquanto que a igualdade em zero leva a disputa para os pênaltis.

Fonte: UOL Esporte

Árbitro não vê gol claro na Tailândia

O BEC Tero Sasana, terceiro colocado da primeira divisão tailandesa, perdeu por 2 a 1 para o Chainat no domingo. No entanto, tudo poderia ter sido diferente se o árbitro tivesse visto um gol do BEC. O espanhol Jose Franco cabeceou, a bola bateu do lado de dentro da rede e saiu. Os jogadores reclamaram, mas o jogo seguiu.

Categorias:Notícia

Bandeirinha do “olho biônico” mira Copa do Mundo

Bandeira que anulou gol do Vasco fica famoso, ganha apelido de ‘olho biônico’ e mira Copa.

Alessando Rocha Matos teve milésimos de segundo para analisar e decidir o lance de impedimento de Alecsandro que nem o tira-teima conseguiu decifrar com exatidão no jogo entre Vasco e Corinthians. Protagonista da grande polêmica esportiva da semana, o bandeira ganhou fama, o apelido de ‘olho biônico’ e agora mira a Copa do Mundo de 2014.

Alessandro conviveu com as críticas e com os elogios nos últimos dias após invalidar o gol que deixaria o Vasco em vantagem nas quartas de final da Libertadores. Diante da grande repercussão do episódio, demonstra tranquilidade e até ri da repentina fama.

O bandeira diz que já foi parado na rua e recebeu vários e-mails e mensagens de celular com comentários sobre o lance. Os amigos, a família e a noiva também não perdem a chance de fazer piada e o apelidaram até de ‘olho biônico’ e ‘olho de tira-teima’.

Alessandro se diverte com o episódio, mas mantém o foco. Considera que acertou no lance pelo bom posicionamento em campo ao estar mesma linha de Emerson Sheik, o penúltimo jogador do Corinthians que estava na reta do atacante cruzmaltino.

“Eu apenas fiz o meu trabalho. Eu estava bem posicionado, concentrado. Durante os 90 minutos do jogo eu persigo o penúltimo jogador, mantenho a concentração e a respiração tranquila. Eu estava milimetricamente na linha do penúltimo jogador. Se ele colocar o nariz para a frente, eu vejo”, conta.

O bandeira também elogiou a atuação de Sandro Meira Ricci que teve a arbitragem questionada. O presidente da Ferj Rubens Lopes chegou a enviar um ofício à Confederação Brasileira de Futebol pedindo uma análise da atuação do juiz e reclamando do alto número de jogos de times cariocas apitados por ele.

“Acho o Sandro um grande árbitro e fez uma grande arbitragem em um jogo difícil, um clássico. Ele chegou com tudo, foi muito bem, teve muita personalidade, posicionamento e preparo físico”.

Parte do quadro da Fifa desde 2001, Alessandro foi pré-selecionado para a Copa do Mundo de 2014, seu principal objetivo profissional aos 36 anos. No próximo dia 10, ele vai trabalhar na partida entre Uruguai e Peru pelas Eliminatórias Sul-Americanas do Mundial no Brasil.

Na preparação final, espera que a repercussão do lance o ajude a conquistar a vaga. “Com certeza pode ajudar. Trabalho a cada jogo para isso. Treinando concentrado, com profissionalismo, conhecimento e honestidade”, disse.

Alessandro é personal trainer em Salvador e dá aulas de karatê para crianças, já que é faixa preta na modalidade. Ele apoia a profissionalização do esporte. “Hoje não é recomendável viver só como assistente. Tem que ter outra fonte de renda, nunca se sabe o que vai acontecer”, disse.

No entanto, é contra o uso de recursos tecnológicos em lances polêmicos. “O futebol é o esporte mais amado no mundo inteiro, em time que está ganhando não se mexe. Enquanto não esgotarem os recursos humanos, sou contra. Já temos a bandeira eletrônica, um assistente adicional atrás do gol”.

Autor: Luiza Oliveira
Fonte: UOL

Categorias:Notícia
%d blogueiros gostam disto: