Arquivo

Archive for março \28\UTC 2013

Jogadores entram com números iguais para confundir rival

artimanha

Um fato curioso e antidesportivo marcou a rodada de quarta-feira do campeonato paulista: no segundo tempo da partida entre Linense e União Barbarense, vencida pelos visitantes por 3 a 2, dois jogadores do time de Santa Bárbara D’Oeste entraram no segundo tempo usando o mesmo número de camisas.

Britto, meia, e Rafael Silva, volante, voltaram do intervalo usando a camisa 5 – Britto, anteriormente, estava com a 7. E não foi confusão: na saída de campo, Britto assumiu, em entrevista ao canal SporTV, que foi uma tentativa proposital de desestabilizar o adversário.

“Usamos todas as artimanhas possíveis, já que sabíamos que eles vinham para cima. Foi uma estratégia e deu certo”, declarou Britto.

O árbitro da partida, Wilson Luiz Seneme, demorou 26 minutos para perceber o ocorrido. Quando notou, mandou que o meia trocasse a camisa e lhe deu cartão amarelo.

Só que nem isso fez com que o jogador voltasse a usar o número 7: Ele voltou com a camisa 17 que não estava sendo usada por nenhum outro jogador em campo.

Se a artimanha teve iinfluência na vitória não é possível dizer, mas o resultado é essencial para a esperança da União Barbarense em se manter na série A-1 do paulista: com o triunfo, a equipe chegou aos 11 pontos, na 17ªposição. Foi a primeira vitória do time em 11 rodadas.

Já o Linense se manteve com 21 pontos e saiu da zona de classificação: caiu para a 10ªcolocação, ultrapassado por Penapolense e Bragantino.

Fonte: UOL

Categorias:Notícia Tags:

Foto: A dura vida do bandeirinha

A dura vida por linhas tortas.

IMG_1439

Categorias:Humor

Árbitro suspenso por erros na África é pré-selecionado para Copa 2014

slim_jdidi

O árbitro tunisiano Slim Jdidi, suspenso no mês passado pela Confederação Africana de Futebol devido a erros cometidos na última Copa Africana de Nações, está entre os pré-selecionados da Fifa para apitar na Copa de 2014, no Brasil.

Ele é um dos sete árbitros da África indicados para participar de um seminário da Fifa no final de abril no Marrocos — um dos vários treinamentos, seminários e testes pelos quais passam os árbitros pré-selecionados para a Copa.

Jdidi, de 42 anos, foi suspenso indefinidamente depois da semifinal da Copa Africana, quando expulsou Jonathan Pitroipa, de Burkina Faso, e deixou de marcar um pênalti legítimo a favor da equipe, apitando depois um pênalti duvidoso para a rival Gana. Apesar disso, Burkina se classificou para a final, na disputa de pênaltis.

No dia seguinte, a Confederação Africana suspendeu Jdidi e anulou o cartão vermelho dado a Pitroipa, depois de o tunisiano escrever uma carta admitindo seu erro.

Ele continuou apitando jogos do Campeonato Tunisiano, mas não voltou a ser escalado em partidas internacionais.

A Fifa pré-selecionou 52 árbitros para a Copa, com suas respectivas duplas de assistentes. A lista ainda será reduzida a 30 árbitros para o Mundial.

Fonte: UOL

Categorias:Notícia

FIFA divulga lista de árbitros pré-selecionados para Copa 2014

A FIFA, entidade que rege o futebol mundial e organizadora da Copa do Mundo, divulgou ontem (26/03) uma lista de árbitros e assistente pré-selecionados para a competição de 2014 no Brasil. A entidade pré-selecionou 52 árbitros para a Copa, com suas respectivas duplas de assistentes. Ao todo são 156 nomes que estão sob constantes avaliações e treinamentos para a definição final dos convocados. A lista ainda será reduzida a 30 árbitros para o Mundial.

Alessandro Matos, Sandro Ricci e Emerson Carvalho.

Alessandro Matos, Sandro Ricci e Emerson Carvalho.

Na lista figuram 3 árbitros brasileiros. São o árbitro mineiro Sandro Meira Ricci, e entre os assistentes estão o paulista Emerson de Carvalho e o baiano Alessandro Rocha Matos. Ricci, embora mineiro de nascimento, atuava pela Federação do Distrito Federal e recentemente se mudou para a Federação Pernambucana.

Ricci tem sido cotado há anos como um dos destaques nacionais, mas apenas figurou na lista da FIFA após o paulista Wilson Seneme – número um da escolha – e o gaúcho Leandro Vuaden terem reprovado nos exigentes testes físicos da entidade internacional. O paranaense Héber Roberto Lopes seria o suplente de Ricci, caso este seja reprovado. Lopes foi outro árbitro que migrou de estado, saindo do Paraná para Santa Catarina.

Confira a lista oficial aqui.

Juninho Pernambucano diz que jogador brasileiro é “malandro”

juninhoO craque e ídolo Juninho Pernambucano, que atuou muitos anos pelo Vasco da Gama e pelo Olympique de Lion da França, atualmente joga pelo New York Red Bulls, na liga americana de futebol. Em entrevista ao Globo Esporte, o jogador admitiu que o jogador brasileiro usa da malandragem que aprende no futebol, e que isso vem da cultura no futebol nacional, o que é veementemente repudiado nos gramados europeus.

“No Brasil, desde criança a gente aprende que cavar falta é ser malandro. Quando cheguei à França eu cavava falta também, só que eu levei vaia e os adversários vinham para cima de mim. Mas me policiei e parei. No Brasil a gente aprende que ser malandro é legal, mas não é. Cavar pênalti é antijogo. Esse estilo de parar muito os jogos faz o Brasil não atrair tantos olhares como poderia. É lindo o nosso jogo, mas para tanto que às vezes é chato” – disse Juninho.

Leia a entrevista completa aqui.

Categorias:Notícia

Paulo Cesar de Oliveira selecionado para Sulamericano Sub-17

pco_poaO árbitro paulista Paulo César de Oliveira e o carioca Péricles Bassols Cortez foram convocados pela Conmebol para arbitrar mais uma competição de âmbito internacional, o Sulamericano Sub-17 de seleções, a ser realizado na Argentina. Ao todo foram convocados 14 árbitros e 10 árbitros assistentes.

Confira a lista de convocados:

Árbitros

Silvio Trucco – Argentina
Germán Delfino – Argentina
José Jordán – Bolívia
Péricles Cortez – Brasil
Paulo César de Oliveira – Brasil
Carlos Ulloa – Chile
Julio Bascuñen – Chile
Adrian Vélez – Colômbia
Roddy Zambrano – Equador
Ulises Mereles – Paraguai
Diego Haro – Peru
Fernando Falce – Uruguai
José Argote – Venezuela
Marlon Escalante – Venezuela

Assistentes

Gustavo Rossi – Argentina
Wilson Arellano – Bolívia
Fabrício Vilarinho da Silva – Brasil
Raul Orellana – Chile
Alexander Guzman – Colômbia
Luis Vera Mantuano – Equador
Juan Zorilla – Paraguai
Braulio Cornejo – Peru
Gabriel Popovits – Uruguai
Luis Murillo – Venezuela

Carlos Simon ganha 60 mil em processo contra Belluzzo

BelluzzoO ex-presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, pagou R$ 60 mil de indenização ao ex-árbitro Carlos Eugênio Simon referente a um processo por danos morais. Em 2009, o então mandatário do time paulista chamou o juiz de “vigarista, safado e crápula” por ter anulado um gol de Obina contra o Fluminense, no Brasileiro. A informação é da coluna de Mônica Bergamo, da “Folha de S. Paulo”.

Ainda segundo a coluna, Belluzzo disse que paga “com prazer o baixo preço da indignidade do senhor Simon”. O juiz do caso disse que o ex-árbitro teve “honra e boa fama agravadas de maneira vil” pelas ofensas.

Naquela partida em 2009, Simon anulou o gol do Palmeiras alegando falta do atacante Obina no lance. O Palmeiras perdeu por 1 a 0, no Maracanã.

Simon já ganhou três processos envolvendo ex-dirigentes. Os outros dois são Luiz Estevão (Brasiliense) e Carlos Augusto Montenegro (Botafogo). O advogado que o representa é o gaúcho Amadeu Weinmann.

Fonte: Globo Esporte

Categorias:Notícia Tags:
%d blogueiros gostam disto: