Arquivo

Archive for abril \29\UTC 2013

Bandeirinha tem dia de fúria e bate em jogador

Musa Kadyrov teve seu dia de fúria e pagou muito caro por isso. O bandeirinha agrediu um jogador durante uma partida do Campeonato Russo de times reservas e foi banido do futebol, em decisão anunciada nesta segunda-feira.

A cena insana ocorreu durante o jogo entre as equipes reservas de Terek e Amkar Perm, disputado neste domingo. Assim que o árbitro encerrou a partida, Kadyrov largou sua bandeirinha, correu para dentro do gramado e bateu em Ilya Krichmar, defensor do Amkar Perm.

“O árbitro apitou o fim do jogo e estava caminhando em direção ao banco de reservas da minha equipe quando, de repente, alguém veio por trás, jogou-me no chão e começou a me chutar e dar golpes”, contou Krichmar, de 18 anos. “Os jogadores do Terek se juntaram ao ataque. Alguns acertaram meu pescoço e meu rosto começou a sangrar”, descreveu.

O bandeirinha justificou sua reação destemperada e alegou que o atleta o ofendeu, algo negado por Krichmar. “Não ficamos felizes com a arbitragem. Houve troca de insultos, mas nunca disse qualquer coisa pessoal ou que ofendesse a mãe dele”, defendeu-se o jogador.

Krichmar não sofreu ferimentos graves. “Graças a Deus meus colegas me resgataram. Também agradeço ao Vlasov, do Terek. Nós nos conhecemos das escolinhas de futebol em São Petersburgo e ele me ajudou a escapar”, completou.

Fonte: UOL

Anúncios
Categorias:Notícia

Jogador se revolta e quebra nariz de árbitro na Indonésia

Pieter Rumaropen teve um acesso de raiva quando o juiz Wasit Muhaimin marcou pênalti contra seu time durante partida pela liga nacional.

sangueindonesiaA torcida xinga, os jogadores reclamam e alguns até partem para a agressão. A vida dos árbitros de futebol ao redor do mundo não é fácil. E no último domingo, o juiz que apitava a partida entre Pelita Bandung e Raya Persiwa, pela Liga da Indonésia, precisou de atendimento médico após ter o nariz quebrado por um violento soco aplicado por um jogador.

Após uma entrada dura do meia do Persiwa, O.K. John, o árbitro Wasit Muhaimin marcou pênalti a favor do Pelita Bandung quando a partida estava empatada em 1 a 1. Dois jogadores do Persiwa não gostaram da marcação e reclamaram com o juiz até que, em um acesso de raiva, o camisa 10 Pieter Rumaropen chegou por trás e desferiu um soco que quebrou o nariz do árbitro.

O jogador ainda precisou ser contido por um colega de equipe para que não agredisse mais o juiz.

Sangrando bastante – sua camisa ficou muito manchada -, o árbitro recebeu atendimento médico ainda no gramado e teve que ser substituído. Após dez minutos de paralisação, Rumaropen foi expulso e após converter o pênalti, o Pelita venceu a partida por 2 a 1.

Fonte: SporTV

Categorias:Notícia Tags:,

Árbitro queniano alega impotência após agressão e processa federação

Martin Wekesa Wamalwa sofreu uma lesão nos testículos após uma briga na partida entre Admiral e Sparki Youth pelo Campeonato Nacional.

quenia1A violência contra árbitros parece ter tomado proporções extremas. Além do caso na Indonésia no qual um juiz teve o nariz quebrado após levar um soco de um jogador, um árbitro abriu um processo no Quênia contra a federação de futebol do país. Martin Wekesa Wamalwa alega ter ficado impotente após ser agredido por um assistente técnico durante um jogo e busca seus direitos na Justiça.

– O que quero é a compensação na quantia de 20 milhões de xelins quenianos (equivalente a R$ 490 mil) como recompensa pela negligência da federação queniana de futebol – afirma Wamalwa.

O caso de agressão ao árbitro aconteceu durante a partida entre os rivais Admiral e Sparki Youth, em setembro passado, pela primeira divisão do campeonato nacional, na cidade de Mombaça. Segundo o árbitro, o assistente técnico do Sparki Youth, Daudi Kajembe, agarrou seus testículos e os apertou com violência, deixando-o incapaz de cumprir suas funções sexuais.

– Depois de mostrar o segundo cartão amarelo, como aviso para o cartão vermelho para o Sparki Youths, jogadores e a comissão técnica invadiram o campo e me atacaram. Tentei me defender como pude, mas não consegui. Fui chutado, socado e um dos assistentes técnicos, Daudi Kajembe, veio até mim e atacou minhas partes íntimas, puxou meus testículos. Eu estava pendurado nele enquanto ele me puxava. Eu estava chorando e não conseguia me livrar das mãos dele – relembrou Wamalwa.

Após a agressão, o árbitro de 42 anos sentiu fortes dores e foi levado ao hospital, onde foi diagnosticado com uma torção testicular crônica. Kajembe chegou a ser preso mais tarde e nesta quinta-feira deve comparecer ao tribunal para responder às acusações de agressão contra o árbitro.

De acordo com a declaração apresentada pelo advogado de Wamalwa, o ex-árbitro “sofre incapacidade permanente e não pode mais desfrutar dos seus direitos conjugais devido aos grandes danos aos seus órgãos sexuais”. O valor pedido por Wekesa Wamalwa à federação queniana, cerca de US$ 240 mil, serviria para cobrir os gastos com seu tratamento médico.

Fonte: SporTV

Categorias:Notícia Tags:,

Arbitragem do Rock Gol da MTV

IMG_1734

IMG_1736

IMG_1737

Categorias:Notícia

Pior pênalti do mundo

15/04/2013 1 comentário

O América do estado São Paulo enfrentava o Votuporanguense precisando da vitória para não ser rebaixado na Série A3 do Campeonato Paulista.

O árbitro assinalou pênalti em favor da equipe de São José do Rio Preto e o camisa 10 Pilo foi para a cobrança. Porém, o meia escorregou no momento da batida e chutou a bola para o lado, executando uma das cobranças mais bizarras da história do futebol mundial.

O lance ganhou repercussão também na Europa e no resto do mundo. Os jornais ingleses The Sun e Daily Mail publicaram o vídeo questionando se essa foi “a pior cobrança da história”.

O Daily Mail disse “não houve nenhuma habilidade típica brasileira no chute para trás” na cobrança. O jornal fala também que “Pilo é o responsável pela pior cobrança de pênalti de todos os tempos”.

Para piorar a situação do time na partida, o América ainda foi derrotado pelo Votuporanguense por 2 a 0 mas, graças a outros resultados, não foi rebaixado de divisão.

Após o jogo, Pilo tentou se explicar: “Infelizmente, o gramado estava um pouco molhado. E aconteceu a fatalidade”. Assista você mesmo e tire suas conclusões.

Opine: a decisão do árbitro foi correta em deixar o jogo seguir?

Categorias:Notícia

Torcedor ataca árbitro com uma vuvuzela

15/04/2013 1 comentário

Durante uma partida de futebol realizada no último sábado (13/04) na África do Sul entre Kaizer Chiefs e Golden Arrows, um dos torcedores, aparentemente não muito feliz com o árbitro Lwandile Mfiki, resolveu invadir o campo e acertar o juiz com sua vuvuzela. O episódio ocorreu após o árbitro expulsar o meia Reneilwe Letsholonyane do Kaiser Chieffs.

A corneta, que fez sucesso durante a Copa do Mundo de 2010, ainda é bastante popular no país, mas após episódios como este se tornarem frequentes, a associação de futebol sul-africana decidiu bani-las dos estádios.

Categorias:Notícia

Ex-árbitro ganha carro de jogador Elano

Elano arrecada R$ 250 mil com rifa assistencial e ex-árbitro leva Maverick.

maverick

No fim de março deste ano, o meia Elano completou a ação no projeto social do Padre Jocelir, em Rio Claro, no interior paulista. Ele participou da festa e entregou seu Maverick ‘de estimação’, que era o prêmio principal de uma rifa promovida desde o fim de 2012. Com todos os números vendidos, o gremista arrecadou R$ 250 mil para o auxílio aos necessitados e quem levou o carro foi um ex-árbitro da Federação Paulista e Futebol.

“Vou ficar com ele [carro]. Já era um modelo que eu tinha vontade de ter e uma paixão. Mas não dava pelas condições financeiras. O carro é ótimo. É um ‘avião’. Fora de série. Estou curtindo muito o danado”, disse Iranur Alfeu Barbosa, que trabalhou como árbitro da Federação Paulista de Futebol por 12 anos, ao UOL Esporte.

Iranur comprou quatro números da rifa, de olho no Maverick de Elano. No entanto o sorteio caiu no esquecimento “Eu comprei em dezembro, o sorteio foi no fim de março. Tinha esquecido já. Quando a menina me ligou e disse que ganhei, caí duro”, brincou.

Quando ainda trabalhava como árbitro, o novo dono do carro chegou a apitar jogos de Elano nas categorias de base. “Ele me entregou o carro, mas não lembrou de mim. Faz muito tempo. Ele era jovem, um jogador calmo em campo”, disse. Além do camisa 7, Robinho, Deco, Silvinho, todos tiveram partidas apitadas pelo então juiz da FPF.

Além da alegria de ter ganho o ‘danado’ entregue por Elano, ficou para Iranur a alegria de ter ajudado de alguma forma o projeto social do Padre Jocelir, em Rio Claro. O projeto oferece cuidados especiais às famílias carentes do município. Além disso propõe cursos profissionalizantes. Elano apoia, principalmente, questões esportivas, como incentivo a crianças da região. Dois meninos do projeto, inclusive, estão jogando em time profissionais indicados pelo meia.

“O projeto é sensacional. Pude ajudar da minha maneira. A tendência é crescer ainda mais e tomou conta da região”, completou Iranur, que com quatro números gastou R$ 100 e levou um automóvel.

Com 10 mil bilhetes vendidos a R$ 25 cada, R$ 250 mil foram arrecadados. Muito por incentivo de Elano. Além do carro, foram entregues uma moto, um notebook, um tablet e um crucifixo de outro no sorteio.

Fonte: UOL

Categorias:Notícia
%d blogueiros gostam disto: