Início > Notícia > Jovem de São Sepé realiza sonho de ser árbitro de futebol

Jovem de São Sepé realiza sonho de ser árbitro de futebol

Tiago Stoduto foi aprovado no curso da FGF, junto com uma estudante da UFSM.

15770557

Maíra (à esq.) também foi aprovada e poderá trabalhar como auxiliar em 2014.

Os meses de outubro nunca mais serão os mesmos para um jovem morador de São Sepé, e que, desde criança, é um apaixonado pelo futebol. A cada nova temporada, será nesse período do ano que Tiago Pires Stoduto, 27, irá comemorar mais um ciclo como árbitro profissional.

Colocar o apito na boca, marcar faltas, usar os cartões amarelo e vermelho para manter a disciplina dos jogadores virou coisa séria há oito anos, quando Tiago passou a trabalhar em torneios amadores da cidade natal. De lá para cá, o desempenho em campo levou o acadêmico do último ano de administração na Urcamp, em Caçapava do Sul, a apitar partidas em campeonatos da região, e, não deu outra: em maio deste ano, Tiago passou a viajar todas sextas-feiras para Porto Alegre, onde frequentou o curso de arbitragem da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).
– Foram seis meses, onde recebi a teoria, com as regras do esporte. Junto, tive de me preparar fisicamente, para a prova prática, onde o teste final exigiu correr 2,7 km em menos de 12 minutos – explica Tiago, que também passou por testes teóricos.

No curso, Tiago recebeu orientações de José Mocelin, Luiz Martins e Alexandre Barreto Filho, professores e ex-árbitros da FGF. A cada aula, o jovem utilizava Anderson Daronco, de Santa Maria, como exemplo. Segundo ele, o árbitro virou referência aos jovens que pretendem seguir a carreira de árbitro de futebol (veja o quadro acima).
– O Daronco já é do quadro da CBF. Uso ele como inspiração para crescer na carreira e ser um árbitro federado – revela Tiago, que integrará a categoria C de árbitros da FGF, e apitará jogos do Estadual sub-15, no ano que vem, antes de mudar para as categorias B e A, quando, enfim, poderá trabalhar em jogos da Divisão de Acesso e do Gauchão.

Acadêmcia da UFSM poderá atuar como auxiliar

Maíra Mastella Moreira, 20 anos, também foi aprovada no mesmo curso de árbitros da FGF. Ela nasceu em Cruz Alta e, desde pequena, sempre gostou de futebol. O tempo passou e a jovem, agora acadêmica do 7º semestre de Efducação Física da UFSM, decidiu fazer um estudo sobre a mulher na arbitragem do futebol de campo masculino.
_ A partir daí, decidi conhecer mais o assunto e fazer o curso de arbitragem. Com a aprovação, posso atuar como assistente (bandeirinha) em jogos da categoria sub-15. Na escola, desde a 2ª série, sempre escolhia o futebol como esporte _ conta Maíra, que também deve ser chamada pela FGF para trabalhar em jogos do Estadual sub-15, no ano que vem.

Fonte: Diário de Santa Maria

Anúncios
Categorias:Notícia Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: