Início > Notícia > Estatísticas da arbitragem da primeira fase da Copa do Mundo 2014

Estatísticas da arbitragem da primeira fase da Copa do Mundo 2014

A Progols Sports Management & Statistics (www.progols.com), empresa especializada em gestão esportiva e estatísticas do esporte publicou uma análise da arbitragem na primeira fase da Copa do Mundo Fifa 2014 do Brasil, onde as seleções foram divididas em 8 grupos de 4 equipes, jogando entre si dentro de cada grupo. Os dois melhores de cada grupo se classificaram para a etapa de oitavas-de-final.

Desde de janeiro de 2014, a FIFA, entidade máxima do futebol e organizadora da competição, publicou a lista oficial com os nomes de 33 árbitros e 58 árbitros assistentes, vindos das 6 confederações continentais e 43 diferentes países do planeta. Ao total são 25 trios de arbitragem e mais 8 duplas de suporte.

Designações

Na primeira fase, ou fase de grupos, participaram 32 seleções nacionais, jogando um total de 48 partidas (6 jogos por grupo), com 3 participações cada uma das equipes. Nesta fase, todos os 25 árbitros selecionados apitaram, porém, nenhum dos 6 árbitros de suporte foram escalados para o apito.

chart-wc-01-01

Do total, 2 árbitros apitaram 3 partidas nesta fase, o argentino Nestor Pitana e Ravshan Irmatov do Usbequistão; a grande maioria, ou seja, 19 árbitro apitaram 2 partidas, incluindo o brasileiro Sandro Ricci; e apenas 4 árbitros apitaram uma única partida, dentre eles o japonês Yuichi Nishimura, que apitou o jogo de abertura entre Brasil e Croácia.

chart-wc-01-05

Gols

Com uma competição emocionante, como não se via nas últimas edições, os números refletem bem este sentimento. Foram ao todo 136 gols anotados, com uma média de 2,83 gols por partida. Um média alta e superior à edição passada da Copa do Mundo de 2010, que teve 2,3 gols por partida.

Nicola Rizzoli da Itália assinalou 11 gols, seguindo pelo holandês Bjorn Kuipers com 10 gols anotados, com médias de 5,5 e 5 gols por partida, respectivamente.

O gráfico abaixo mostra o número médio de gols por partida concedidos por cada árbitro em comparação com a linha da média por partida da competição.

chart-wc-01-03

Disciplinar

Na questão disciplinar, foram assinaladas 1.378 faltas, com uma média de 28,71 por partida, com 128 cartões amarelos e apenas 7 cartões vermelhos, com médias de 2,67 e 0,15 cartões por partida, respectivamente. Comparativamente, na Copa do Mundo de 2010, as médias foram bem superiores, 3,8 amarelos e 0,3 vermelhos por partida.

O turco Cuneyt Çakir é o mais disciplinador, tendo aplicado 9 cartões amarelos (4,5 por jogo) e nenhum cartão vermelho. Apenas 7 árbitros exibiram o cartão vermelho, sendo um cartão cada um deles.

O gráfico a seguir mostra o número médio de faltas por partida assinaladas por cada árbitro em comparação com a linha da média por partida da competição.

chart-wc-01-02

E o próximo gráfico mostra o número médio de cartões amarelos e vermelhos por partida exibidos pelos árbitros, em comparação com as médias por partida da competição.

chart-wc-01-04

Árbitro brasileiro

Nosso representante brasileiro, Sandro Meira Ricci, apitou 2 partidas na primeira fase, assinalando 7 gols (média de 3,5 por partida), marcando 55 faltas (média de 27,50 por partida), e exibindo 8 cartões amarelos (média de 4 por partida) e nenhum vermelho.

Ao final da Copa do Mundo, a Progols publicará um novo estudo estatístico mais completo sobre a arbitragem na competição mais importante do ano.

 

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: