Início > Notícia > CBF publica lista RENAF de 2015/2016

CBF publica lista RENAF de 2015/2016

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) publicou hoje (04/05) um oficio em seu site com a nova lista da Relação Anual de Árbitros de Futebol (RENAF), que fica vigente de Maio de 2015 a Abril de 2016.

A RENAF traz a lista de árbitros e árbitros assistentes que fazem parte do quadro de arbitragem da CBF e estão aptos a trabalhar em todas as competições de nível nacional.

Na relação os árbitros são distribuídos de acordo com sua categoria na entidade, começando pelos Árbitros Internacionais (FIFA), os árbitros Aspirantes FIFA, os Especiais 1 e 2, CBF 1, 2 e 3, tanto para os homens, quanto para mulheres.

Como anunciado em Outrubro de 2014, figuram 4 novos nomes na relação Internacional: os paulistas Raphael Claus e Luiz Flávio de Oliveira, além do gaúcho Anderson Daronco e o paraense Dewson Freitas. Os promovidos substituem os recém aposentados Wilson Luis Seneme e Paulo César de Oliveira, além de Marcelo de Lima Henrique e Francisco Carlos do Nascimento.

Novos Aspirantes FIFA

Novos Aspirantes FIFA – Machado, Benevenuto e Peixoto

Nos Aspirantes FIFA apareceram 3 novos nomes: o mineiro Igor Junio Benevenuto, o paulista Thiago Duarte Peixoto e o catarinense Bráulio da Silva Machado.

Os 3 árbitros da categoria Especial são ex-árbitros FIFA, com enorme experiência na carreira: o carioca (radicado na federação pernambucana) Marcelo de Lima Henrique, o alagoano Francisco Carlos do Nascimento e o paranaense Evandro Rogério Roman.

Os 3 novos Assistentes Aspirantes FIFA são: o goiano Bruno Raphael Pires, o paulista Daniel Paulo Zioli e Eduardo Gonçalves da Cruz do Mato Grosso do Sul.

A nova composição da RENAF conta com 468 árbitros e assistentes masculinos e 119 femininos, totalizando 587 profissionais. No quadro masculino, 40% são árbitros (187) e 60% são assistentes (281); entre as mulheres, 31% são árbitras (37) e 69% são assistentes (82).

O estado com o maior número de árbitros no quadro masculino é São Paulo com 40 (18 árbitros e 22 assistentes), seguido do Rio de Janeiro com 36 (16 árbitros e 20 assistentes). Sete estados são os que possuem menos representantes, com 4 árbitros e 6 assistentes cada (AM, PI, TO, AP, AC, RO e RR).

A representatividade de cada estado segue regras básicas, como, por exemplo, o número de vagas proporcional ao de clubes disputantes das competições coordenadas pela CBF. Além disso, a quantidade de árbitros deve ser igual ou menor do que a de assistentes, conforme preconiza a entidade.

Confira a lista oficial completa neste link.

Confira as estatísticas oficiais neste link.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: