Início > Notícia > Árbitro rejeita camisa de Neymar Jr

Árbitro rejeita camisa de Neymar Jr

Hernando , o árbitro colombiano que apitou a partida entre Brasil e Paru, válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 em Salvador e foi filmado “rejeitando” a camisa do atacante Neymar Jr da seleção nacional. E essa não foi a primeira vez que ele se envolveu em uma situação inusitada com um brasileiro.

Em 2012, nas quartas de final da Libertadores, Buitrago sofreu com o meia-atacante Ronaldinho. O incidente aconteceu depois da partida entre Atlético-MG e Tijuana, no México.

“Teve uma brincadeira legal faz alguns anos. Nas quartas de final, em Tijuana, quando jogava Tijuana e Mineiro. No final da partida, Ronaldinho se aproximou e disse: ‘Mister, minha camisa para você’. Eu apenas ri”, falou em entrevista ao El Pais.

O “Mister” citado por Buitrago é Mr. Bean, personagem britânico, interpretado por Rowan Atkinson, que ficou mundialmente famoso. A semelhança entre os dois lhe rendeu um apelido desde 2004, quando Daniel Williamson, assistente do Panamá, fez a comparação pela primeira vez.

“Isso faz parte do futebol e eu como figura pública da Colômbia, estou sujeito a isso. Levei com humor e tranquilidade. Tive o prazer de conhecer o verdadeiro senhor Atkinson, em 2007”, afirmou o árbitro relembrando o Mundial sub-20 de 2007 na Coreia do Sul, local do encontro.

Sua trajetória não é apenas de relações boas com os jogadores, principalmente em seu país de origem. Ele tem uma carreia marcada principalmente por duas polêmicas, um pênalti a favor do Atlético Nacional, contra o Cucuta, em 2007, e o mesmo problema em 2008, desta vez a favor do Once Caldas contra o Envigado. Como pena pelos equívocos, ele foi suspenso pela Federação Colombiana.

Talvez a maior polêmica que envolveu o juiz foi com uma acusação de suborno, em 2009. Ele disse que José Fernando Salazar, presidente do Itagui na época, tentou comprá-lo e o dirigente foi punido por dois anos.

Árbitro é a segunda carreira de Buitrago. Fora de campo, ele é advogado, mas sua formação em Direito aconteceu depois de iniciar como homem do apito. Afinal, ele foi juiz pela primeira vez em 1985, com 15 anos, em uma partida do seu colégio.

O jogo entre Brasil e Peru foi o último de sua carreira profissional, pois ele atingiu o limite de 45 anos que é exigido pela Fifa. Ele completou essa idade no começo deste mês.

Anúncios
Categorias:Notícia Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: