Arquivo

Archive for abril \18\UTC 2016

Ricci apitará a final da Primeira Liga

final-primeira

O mundialista Sandro Meira Ricci será o árbitro da grande final da Copa Primeira Liga. Fluminense e Atlético-PR disputam o título da competição no dia 20, em Juiz de Fora, às 21h45. A equipe de arbitragem da partida decisiva foi anunciada nesta segunda-feira, 18, em audiência pública promovida pela ANAF.

Árbitro da Federação Catarinense de Futebol (FCF), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Ricci será auxiliado pelos assistentes Rafael da Silva Alves (Aspirante FIFA/RS) e Helton Nunes (CBF1/SC). Completam a equipe de arbitragem o 4º árbitro Gabriel Murta Barbosa Maciel (MG) e 0 5º árbitro Felipe Alan Costa de Oliveira (MG).

Sandro Meira Ricci apitou este ano 12 jogos oficiais, sendo 10 pelo Campeonato catarinense, um pelas Eliminatórias da Copa do Mundo e um pela Libertadores. Internacionalmente arbitrou a final da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2013 e a segunda partida da final da Copa Libertadores da América de 2014.

Melhor árbitro do Campeonato Brasileiro de 2010 e segundo melhor árbitro no campeonato seguinte, Sandro Meira Ricci foi o representante da arbitragem brasileira na Copa do Mundo de 2014. Foi o primeiro árbitro em competições oficiais FIFA a validar um gol com ajuda da Tecnologia da Linha de Gol, na partida França x Honduras durante a Copa do Mundo FIFA de 2014. No lance a bola bate na trave depois no goleiro hondurenho e entra no gol, o goleiro tira a bola de dentro do gol mas a tecnologia já havia confirmado o gol.

Decisão

Fluminense e Atlético-PR vão duelar pelo título da Primeira Liga no dia 20 de abril, às 21h45 (de Brasília). As duas equipes mediram forças na rodada inicial da competição, em Volta Redonda, com vitória dos paranaenses por 1 a 0. Agora, o confronto será no Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), sem vantagem do empate para um dos lados. Em caso de igualdade, a partida vai para os pênaltis.

Fonte: ANAF

Categorias:Notícia Tags:, ,

Árbitro “marca gol” no Campeonato Colombiano

Um árbitro colombiano acabou sendo o protagonista de um lance curioso no Campeonato Colombia. Na partida entre Independente Medellín e Alianza Petrolera, disputado no último sábado, o juíz Nolberto Ararat acabou se posicionando mal em um jogada e acabou participando de um lance que acabou em gol.

Durante o primeiro tempo, o meia John Hernández, do Independente Medellín, chutou de fora da área em direção ao gol adversário, porém, a bola desviou no árbitro que estava mal posicionado, e acabou enganando o goleiro do Alianza e foi parar dentro do gol. O gol foi validado e gerou certa confusão.

Importante que, apesar de estar em um local indevido, o árbitro acertou na decisão de validar o gol, por ser elemento neutro de acordo com as regras do jogo. A equipe do Independente Medellín venceu por 4 a 2.

Categorias:Notícia

Higuaín é suspenso por quatro jogos após ofender árbitro

O atacante Higuaín, do Napoli, que foi expulso no domingo contra o Udinese pelo Campeonato Italiano, acabou suspenso por quatro jogos. Artilheiro do Calcio com 30 gols, ele será um grande desfalque da equipe napolitana que tem 67 pontos, ocupa a vice-liderança e disputa o título com o Juventus (soma 73 pontos).

higuain_ref

Higuaín foi expulso no segundo tempo após uma dura entrada no brasileiro Felipe. Porém, a suspensão de quatro jogos não aconteceu por conta do lance citado. Após receber o vermelho, ele ficou furioso com o árbitro, se desentendeu com jogadores rivais e precisou ser contido pelos companheiros de equipe.

De acordo com a Comissão Disciplinar, o argentino Higuaín usou “uma expressão ofensiva” e fez um “gesto desrespeitoso ao colocar as mãos no peito” do árbitro. Com isso, ele vai perder as próximas rodadas quando o Napoli enfrenta Verona e Bologna, em casa, e visita Inter de Milão e Roma.

Fonte: Globo Esporte

Categorias:Notícia

Conheça as profissões de alguns árbitros internacionais

Poucas vezes elogiado e muito criticado, o árbitro de futebol é uma das figuras mais controversas do mundo da bola. Seja anulando um gol legítimo ou marcando infrações discutíveis, o juiz quase sempre está nas discussões pós-jogo.

Todavia, o profissional que entra em campo para mediar a partida faz aquilo quase como um “bico”. Na maioria das vezes exerce outra função no dia a dia. Conheça as ocupações de alguns dos árbitros mais famosos do mundo:

prof-rizzoli

Nicola Rizzoli: o italiano que apitou a final da Copa do Mundo no Brasil é arquiteto. Nicola também esteve nas decisões da Liga Europa de 2010 e da Liga dos Campeões de 2013.

prod-ubriaco

Dario Ubríaco: o uruguaio, que se aposentou em 2015, teve um passado peculiar: foi zagueiro de clubes como o Central Espanhol (Uruguai) e Dundee United (Escócia). Hoje, toca uma firma de frutos do mar com um amigo. Apitou a final da Libertadores do ano passado.

prof-heber

Heber Roberto Lopes: quadro brasileiro mais antigo da Fifa atualmente e árbitro com mais jogos na Série A, é professor de Educação Física. Natural de Londrina, Heber recebeu (e aceitou) uma proposta da Federação Catarinense para apitar jogos por lá. Com o maior salário do País na categoria, está cursando Jornalismo na faculdade.

El árbitro mexicano Marco Antonio Rodríguez muestra la tarjeta amarilla al belga Jan Vertonghen durante un partido del Grupo H mundialista, contra Argelia, el martes 17 de junio de 2014 (AP Foto/Ricardo Mazalán)

Marco Antonio Rodríguez: apelidado de “pequeno Drácula” em razão da semelhança com um personagem de TV, o mexicano teve partidas marcantes no currículo. Na Copa no Brasil, esteve em Itália x Uruguai, jogo em que Suárez mordeu Chiellini (e nada marcou no lance). Rodríguez também comandou o vexatório 7 a 1 no Mineirão. Foi sua última apresentação como árbitro. O “pequeno Drácula”, apelido que nunca teve a simpatia de Rodríguez, hoje é pastor protestante e diretor de cursos relacionados ao mundo do esporte e da arbitragem.

MUNICH, GERMANY - APRIL 09:  Referee Jonas Eriksson reacts during the UEFA Champions League quarter-final second leg match between FC Bayern Muenchen and Manchester United at Allianz Arena on April 9, 2014 in Munich, Germany.  (Photo by Lennart Preiss/Bongarts/Getty Images)

Jonas Eriksson: o sueco tem uma história de vida interessante. Começou como jornalista, mas logo foi trabalhar na IEC, empresa que detém direitos de transmissão de eventos pelo mundo. Sócio da companhia, vendeu em 2007 seus 15% no negócio por seis milhões de libras (pela cotação atual, R$ 31 milhões). “Tive um período fantástico como empresário, mas desde 2011 me dedico apenas a ser árbitro”, disse. No currículo, a Super Copa da Uefa de 2013 e dois jogos da Copa de 2014: EUA x Gana e Argentina x Suíça.

prof-colina

Pierluigi Colina: o italiano é considerado pelo IFFHS o melhor árbitro de todos os tempos. Aposentado em 2005, Colina foi o juiz da decisão Alemanha x Brasil, em 2002, que deu o pentacampeonato à seleção. Formado em Economia, trabalhou como consultor financeiro de um banco até 1991, quando começou sua carreira nos gramados. Atualmente é dirigente na Associação Italiana de Árbitros.

Fonte: Yahoo Esportes

Categorias:Notícia
%d blogueiros gostam disto: