Arquivo

Archive for maio \23\UTC 2016

Justiça turca obriga federação pagar compensação financeira a árbitro gay

827646A Federação Turca de Futebol (TFF) foi obrigada a pagar uma compensação financeira a um árbitro após ter revogado sua licença para apitar após declarar ser gay.

Uma corte de Istambul determinou à TFF o pagamento de 23 mil liras turcas (cerca de 28 mil reais) para reparar o tratamento dado a Halil İbrahim Dinçdağ, de acordo com a agencia de notícias Dogan.

A soma foi menor do que as 110 mil liras (125 mil reais) que foi pedido pelo advogado de Dinçdağ, pelo fato deste incidente ter sido um marco na discriminação contra os homossexuais na conservadora sociedade turca.

A TFF disse que a partir do momento em que Dinçdağ foi dispensado do serviço militar obrigatório por ser gay, ele foi incluido na classificação de inegibilidade e foi proibido de apitar.

Dinçdağ apitava pela região de Trabzon, na Turquia, até ter sua licença revogada em 2009, após ter publicamente assumido sua homossexualidade.

Fonte: The Guardian

Categorias:Notícia Tags:,

Árbitro gay na Espanha deixa o futebol após ofensas

Primeiro árbitro assumidamente gay na Espanha deixou o futebol, “não dá mais para aguentar”.

tomillero

Jesús Tomillero, que atuava como árbitro desde os 11 anos de idade, e trabalhava nas categorias menores na liga regional de Andaluzia, Espanha, tomou a decisão de deixar o futebol após sofrer ofensas em uma partida quando deu um penalti durante uma partida entre Portuense e San Fernando Isleño.

Tomillero veio a público em março denunciar o ropeiro da equipe Peña Madridista Linense no campeonato sub-19 em Andaluzia, que resultou em uma punição de 9 jogos de suspensão e uma multa de 30 euros (cerca de 120 reais). Ele contou ao jornal El Español que tem sido alvo de abusos constantes e chegou ao seu limite.

Assim que Tomillero marcou o penalti, disse que alguém da torcida visitante gritou: “é aquele ‘viado’ que apareceu na TV”, completando “enfia o gol no seu **, seu ‘viado’ do cara**o”. O árbitro ainda comentou que o pior foi que muitas pessoas na arquibancada riram. Ele comunicou sua saída à federação de futebol da Andaluzia logo em depois do jogo.

Alguns partidos políticos de La Línea, perto de Gibraltar, deram apoio a Tomillero, que diz também ter sido apoiado pelo árbitros da primeira divisão, mas lamentou que os árbitros de Andaluzia o ignoraram após ter assumido publicamente ser gay em março.

Ele apresentou uma queixa formal com relação ao acontecido na partida, com a esperança de que uma ação mais rígida seja tomada neste momento. Tomillero descreveu como “absolutamente inacreditável” que o roupeiro do Peña Madridista Linense tenha tomado uma suspensão de apenas 9 partidas, quando o objetivo do futebol para jovens é educar. O delegado da partida vai testemunhar em seu favor, mas disse que isso não o trará de volta aos campos para apitar.

Categorias:Notícia Tags:,

Tite revela problemas com árbitro Héber em biografia

titeEm biografia sobre Tite que será lançada no final de maio, o técnico do Corinthians revela, mesmo sem explicar razão, que não desejaria ter Héber Roberto Lopes apitando suas partidas.

Após empatar com o Grêmio em casa, o Corinthians enfrenta o Vitória, em Salvador, no próximo domingo, buscando a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. E, além de se preocupar com o adversário, o técnico Tite também deve ficar “de olho” na arbitragem.

Isso porque, segundo o repórter Tiago Maranhão, na biografia do treinador do Timão que será lançada no final de maio, escrita pela jornalista Camila Mattoso, da Folha de São Paulo, o comandante alvinegro afirmou, mesmo sem explicar os motivos, que gostaria que o Héber Roberto Lopes nunca mais apitasse seus jogos.

A história do árbitro Héber Roberto Lopes com os jogos do Corinthians é escrita por momentos felizes e outros não muito alegres para a Fiel. Apesar do juiz ter apitado o jogo em que o Timão venceu o Atlético-MG por 3 a 0 na reta final do Brasileirão em 2015, praticamente garantindo o título por antecipação, antes dessa partida, a equipe alvinegra amargou 10 jogos sem vitória sob a direção do árbitro, que apita pela federação catarinense.

Categorias:Notícia Tags:

Pegadinha do árbitro na Alemanha

Categorias:Video

Empresa inglesa vai lançar relógio inteligente para árbitros

A empresa inglesa doublesix (site) deve lançar no próximo verão europeu (julho) um software para relógios inteligentes, os chamados smart watches, para ajudar os árbitros a controlar uma partida, substituindo a caderneta de anotação. A empresa promete oferecer uma ferramenta útil para anotação de todas as ocorrencias da partida, como cartões, gols e substituições. Além disso o sistema grava toda a movimentação do árbitro no campo de jogo, sendo capaz exibir ao final da partida um mapa de calor mostrando as principais áreas de atuação no gramado, além dos sprints (corridas rápidas) efetuados e a velocidade e o local onde ocorreram. Nos pós partida o árbitro poderá fazer uma revisão do que ocorreu, inclusive nas partidas anteriores da temporada.

performance

O sistema, chamado de RefSix (site), estará disponível para os dispositivos de pulso (smart watches) e para aplicativos em aparelhos móveis como celulares e tablets.

digitise

Categorias:Notícia Tags:,

CBF tenta lucrar com imagem de árbitros por 20 anos e irrita categoria

17/05/2016 1 comentário

daronco01

Uma atitude recente da comissão de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol tem incomodado os árbitros do país. Desde o início de maio, por e-mail e durante os cursos de atualização dos árbitros por todas as federações do país (exceto Roraima e Rondônia), eles têm recebido um contrato que prevê a cessão de seus direitos de imagem por 20 anos. Além da irritação com o período prolongado previsto no contrato, os árbitros também ficaram incomodados com a indefinição quanto aos valores que receberiam com o vínculo.

No entanto, segundo a Folha de S.Paulo apurou, há profissionais que têm assinado o documento com medo de sofrerem represálias, ou seja, serem preteridos em futuras escalas de jogos. Alguns árbitros das federações do Rio, Minas Gerais e Goiás já assinaram o contrato.

No documento obtido pela reportagem, denominado “Termo de compromissão e de autorização para uso de nome, imagem e voz”, lê-se que “as partes acordam que o cedente fará jus a uma remuneração por cada partida nas quais atuar, cujo valor será negociado a cada jogo, ficando a CBF autorizada a divulgar sua imagem e explorá-la, por qualquer meio, podendo cedê-la a terceiros, inclusive a quaisquer parceiros e patrocinadores”. O trecho causou irritação nos árbitros por não especificar qual o valor que receberiam caso assinem o documento. Desta forma, o temor é o de que a entidade recebesse somas vultuosas pela comercialização dos direitos de imagem e repassassem apenas uma parcela pequena disso aos árbitros.

contrato01

contrato02

O tema dos direitos de imagem dos árbitros ganhou destaque em 2015, em meio as discussões sobre o Profut. Um artigo da chamada “MP do Futebol” continha artigo que concedia 0,5% dos contratos de televisão aos árbitros sob pretexto de pagamento de direitos de imagem. A presidente Dilma Rousseff (PT), atualmente afastada do cargo, vetou o artigo.

A Anaf (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol), que tem organizado ação referente aos direitos de imagem dos árbitros desde então, questiona a atual postura da CBF e algumas passagens do documento.

“É mais que claro e evidente que a entidade mantenedora CBF acaba reconhecendo o direito de imagem a que sempre teve direito o árbitro de futebol. Este documento é prova cabal deste entendimento. Ocorre que a Anaf é a entidade que a anos vem brigando e fazendo esforços incansáveis para alcançar este objetivo. Sabedores deste ganho sistemático, não de valores e sim de conquistas, temos que fazer constar que quem lutou e fez acontecer foi a Associação e não a CBF que neste ato vem a reconhecer o mérito antes do veredicto”, diz a entidade em nota.

“Trata-se de um contrato unilateral onde a CBF propõe a cessão do direito de imagem e voz e a utilização de uniformes sem adicional de recebimento de patrocínio conforme estabelecido no itens 3 e 4.

Observa-se que o instrumento carece de alterações no sentido de ser equiparado em condições de direitos e deveres, principalmente quanto ao que tange ao patrocínio e ao prazo exacerbado”, conclui.

“Fazendo uma rápida e superficial análise jurídica, falta-lhe claramente alguns requisitos essenciais aos contratos, como por exemplo economicidade, já que o termo não traz em seu bojo os valores a serem recebidos pelos árbitros. Trazendo mais um simples exemplo, podemos também citar a ausência de cópia para os árbitros com a assinatura do representante legal da CBF, detentora dos direitos cedidos no termo unilateral proposto. O contrato também é extremamente amplo, não apenas o de exibir a imagem dos árbitros (expressões corporais e nome) dá a CBF também o direito de ‘locar’ os árbitros para futuros patrocinadores dos uniformes ou competições nos próximos 20 anos (tempo que também não parece razoável)”, diz parecer jurídico de escritório contratado pela Anaf para tratar da negociação dos direitos de imagem.

Procurado pela Folha de S.Paulo, Sérgio Corrêa, presidente da comissão de arbitragem da CBF, disse que nas mensagens que enviou sobre o tema, sempre ressaltou que nenhum árbitro seria obrigado a assinar nenhum contrato e que ninguém sofreria represálias por qualquer postura diante do documento. Ele ainda acrescentou que o tema está sendo conduzido pelo departamento jurídico da entidade, que está inteiro sobre as minúcias do contrato proposto.

Fonte: Folha de SP

Categorias:Notícia Tags:, ,

Vídeo: Bandeirinha leva bolada na cabeça e perde a concentração

O vídeo mostra um infeliz lance na Copa Sulamericana de 2012, na partida entre Palmeiras (SP) e Botafogo (RJ), disputada na rena Barueira. Na ocasião, o assistente Altemir Hausmann, do quadro da FIFA, estava focado e concentrado na partida, enquanto um torcedor sem noção arremessou uma bola das arquibancadas para o campo de jogo. É perceptível que a intenção do torcedor palmeirense é atingir o bandeira, e consegue. Uma agressão. A torcida quase foi à loucura. Pena que essas atitudes sejam louvadas pelos torcedores, que deveriam estar ali apenas para curtir um bom futebol em paz.

Categorias:Notícia, Video Tags:, ,
%d blogueiros gostam disto: