Início > Notícia > Árbitro FIFA de Gana é banido do futebol por corrupção

Árbitro FIFA de Gana é banido do futebol por corrupção

Árbitro apitou partida pelas qualificatórias para a Copa da Rússia 2018 e marcou um pênalti inexistente.

O árbitro de Gana, Joseph Odartey Lamptey, foi banido do futebol pela FIFA após ser condenado culpado por influenciar no resultado da partida entre África do Sul e Senegal, jogo qualificatório válido para a Copa do Mundo 2018 na Rússia, realizado em Novembro de 2016.

Lamptey marcou um pênalti incorretamente de um lance de mão que nunca existiu. Com o gol marcado a África do Sul venceu a partida pelo placar de 2 a 1. No lance, a bola toca a perna do defensor de Senegal, Kalidou Koulibaly, mas o árbitrou marcou pênalti, mesmo após muita reclamação do time senegalês.

– “O Comitê Disciplinar da FIFA decidiu banir o árbitro ganês Joseph Odartei Lamptey de qualquer atividade ligada ao futebol (administrativa, esportiva ou outra) em nível nacional e internacional pelo resto de sua vida. O árbitro foi culpado de infringir o artigo 69 parágrafo 1 (influenciar no resultado da partida de forma ilegal) do código disciplinar da FIFA no dia 12 de Novembro de 2016 na partida entre África do Sul e Senagal, qualificatória para a Copa do Mundo da Rússia” – declarou oficialmente a FIFA.

A entidade ainda prometeu dar maiores informações sobre a partida em questão assim que uma decisão final for tomada a respeito do seu resultado.

– “A FIFA tem uma política de tolerância zero contra a manipulação de resultados e está comprometida a proteger a integridade do futebol. A FIFA continuará seus esforços contínuos para combater a manipulação de jogos por meio de inúmeras iniciativas, que incluem a monitoração de apostas em nível internacional e um sistema de denúncia confidencial com uma linha direta e endereço de e-mail dedicados a este fim.”

 

Três ex-árbitro da Associação da África do Sul (SAFA) foram banidos do esporte em 2016 por conta de jogos amistosos internacionais disputados em 2010. Leslie Sedibe, ex-chefe executivo da SAFA, foi banido por 5 anos e multado em 14 mil libras (cerca de 54 mil Reais) pelo Comitê de Ética da FIFA. Steve Goddard e Adeel Carelse, antigos chefes do departamento de árbitros da SAFA, foram banidos por 2 anos.

Os casos dos sul africanos estavam ligados ao caso de Lindile Kika, antigo membro executivo da SAFA e chefe da arbitragem, que foi banido por 6 anos pela FIFA em Outubro de 2015. A FIFA disse que Sedibe, Goddard e Carelse infringiram a ética e as regras de conduta, lealdade e confidencialidade, cooperação e discrição.

Anúncios
Categorias:Notícia Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: