Arquivo

Archive for setembro \29\UTC 2017

Como os bandeirinhas: CBF quer árbitro de vídeo especialista na função

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) quer formar árbitros de vídeo (AV) especializados na função. A ideia é que se tenha profissionais que só façam, ou tenham prioridade, no acompanhamento de lances fora de campo para ajudar o árbitro de campo. Algo como ocorre com os assistentes, popularmente conhecidos como bandeirinhas, que são especialistas em atuar nas laterais do campo.

“Tem alguns [árbitros] que terão mais facilidade do que outros com o vídeo, por isso vão atuar mais. Vamos avaliar a performance dos treinamentos. Alguns árbitros correspondem melhor do que outros, têm mais agilidade, tudo isso será analisado para a escolha daquele que ficará na sala com os monitores”, disse o chefe da comissão de arbitragem da CBF, Marcos Marinho.

Como mostrou o blog na segunda (25), a ideia da CBF é que os árbitros mais bem ranqueados, ou seja, aqueles considerados os melhores pela confederação, continuem atuando dentro de campo. Estes só apareceriam como árbitro de vídeo caso percam no sorteio para apitar alguma partida – nesta lista estão Anderson Daronco, Sandro Meira Ricci e Luiz Flavio de Oliveira.

O sorteio, por sinal, não será feito para designar o árbitro de vídeo. “Pela legislação só é necessária para o árbitro principal. Os árbitros de vídeos serão designados pela comissão de arbitragem”, explicou Marinho.

Até o dia 11 de outubro, 64 árbitros e assistentes estão participando de treinamento em Águas de Lindoia, no interior de São Paulo. Dali sairão os mais bem avaliados, que num primeiro momento serão os preferidos para atuar como AV.

Há uma preocupação da comissão de arbitragem de evitar que haja exposição desses profissionais caso ocorram falhas – testes feitos pela Fifa em torneios como a Copa das Confederações e o Mundial de Clubes tiveram problemas como a demora de uma conclusão sobre a jogada verificada, e até da não verificação de infrações cometidas no lance.

Ainda não há uma data para início do uso do AV na Série A do Brasileiro – uma estimativa é na rodada do fim de semana de 14 e 15 de outubro. É preciso que chequem equipamentos que serão usados – as imagens serão geradas pela TV Globo, que detém os direitos de transmissão do campeonato.

Fonte: Blog do Marcel Rizzo

Anúncios
Categorias:Notícia Tags:, , ,

Árbitros da Irlanda protestam contra atraso no pagamento de taxas

27/09/2017 1 comentário

Os árbitros de futebol da Irlanda estão unidos em protesto contra a FAI (Federação Irlandesa de Futebol) para reclamar o não recebimento em dia das despesas referentes às partidas que apitaram na Liga da Irlanda (que são as competições nacionais).

Uma fonte contou ao periódico Independent que muitos árbitros receberam as indenizações das despesas da partida com até 8 semanas de atraso, embora as taxas de arbitragem estivessem em dia. Naquele país os árbitros preenchem um formulário discriminando as despesas da partida, como deslocamento ou transporte, refeição e outros itens relacionados. Cada árbitro deve encaminhar a planilha de custos até o quinto dia do mês e o pagamento vem até a última sexta-feira do mesmo mês por meio de cheque nominal ao árbitro. O combinado não foi respeitado em muitas ocasiões.

Em protesto os árbitros deixaram de enviar os relatórios das partidas ao sistema central e passaram a enviar via fax à sede da federação de futebol. O protesto deve ocorrer enquanto a situação não for totalmente resolvida. O relatório é a peça mais importante do pós partida, pois contém todas as informações sobre ela e é o meio oficial da liga gerenciar a competição.

– “Os árbitros estão bastante incomodados com isso. Estamos lutando para corrigir isso há duas temporada e ainda está acontecendo.” – disse a fonte ao jornal.

A FAI disse estar empenhada em resolver o assunto e disse que todos os árbitros estão com os pagamentos em dia.

Leia o artigo original (em inglês).

Categorias:Notícia Tags:, ,

Bandeirinhas têm celulares furtados em jogo no RJ

26/09/2017 1 comentário

Duelo pela quarta divisão tem WO de mandante em estádio com apenas um vaso sanitário (sem tampa) e quase nada de gramado.

Imagine a cena: o trio de arbitragem vai a campo para comandar uma partida da quarta divisão do Rio de Janeiro. No gramado que mais parece um terrão, o time mandante não dá as caras, e o juiz sacramenta o WO. Quando voltam ao vestiário, a surpresa: os celulares dos bandeirinhas foram furtados.

Bem poderia ser roteiro de filme, mas não. Aconteceu no folclórico estádio Joaquim Flores, em Nilópolis (município da Baixada Fluminense), que tantas vezes já foi tema de outras polêmicas (campo com linhas tortas, fezes e ameaça de morte de jogador “amigo de bandidos”).

Polêmica em 2013 sobre marcação do campo.

O Heliópolis, mandante do jogo, não compareceu, mas vendeu ingressos: cem bilhetes que renderam R$ 750. Uma loucura. O Paraíba do Sul, time visitante, foi a campo, mas não viu a cor da bola. Uma situação bizarra.

Os assistentes – Rafael Vieira e Rafael Almeida – registraram Boletim de Ocorrência relatando o furto dos celulares.

“Ao retornar ao vestiário de árbitros, onde tínhamos deixado nossos pertences, na sede do clube Nova Cidade …….. demos falta de nossos celulares, apesar do vestiário não ter porta, o controle e saída deste vestiário ficou na responsabilidade do presidente do clube Nova Cidade, que ao ser perguntado se as chaves ficariam conosco disse que precisava esperar o time mandante da partida”, relataram no BO.

Confira abaixo o relatório do delegado da partida: um vaso sanitário sem tampa para todos, linhas tortas e gramado falho em todo o campo.

Abaixo, o boletim de ocorrência:

Este era o estado da linha lateral do campo relatado pelo árbitro em uma partida em 2013 no mesmo local. Naquela ocasião, um jogador da equipe da casa agrediu o árbitro Edson Alves de Carvalho com um soco após ter sido expluso. Não contente, o jogador ainda ameaçou de morte o árbitro, dizendo conhecer bandidos da região. Tenso!

Fonte: Globo Esporte

Categorias:Humor Tags:,

CBF quer árbitro de vídeo já na próxima rodada do Brasileirão

Decisão foi tomada pelo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, após reclamações do Vasco por causa do gol de mão anotado por Jô.

O Campeonato Brasileiro terá árbitro de vídeo na próxima rodada, declarou o chefe da Comissão Nacional de Arbitragem, coronel Marcos Marinho. A decisão foi tomada pelo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, depois do gol de mão anotado pelo corintiano Jô na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco.

– A decisão foi comunicada pelo presidente a nós, e vamos implementar na rodada do final de semana – disse Marinho.

A CBF até agora se recusava a implantar o árbitro de vídeo em suas competições por causa do alto custo da operação. A situação mudou totalmente nesta semana.

– Não importa quanto custar. Vamos implementar – disse Marinho.

Uma reunião será realizada nesta terça-feira na sede da CBF para definir detalhes da implantação – e se o árbitro de vídeo será usado também em outras competições da CBF, como a Copa do Brasil.

Nesta segunda-feira, o presidente do Vasco, Eurico Miranda, participou de uma reunião com a cúpula da CBF, na qual ouviu a promessa da implantação do árbitro de vídeo. Informação agora confirmada por Marcos Marinho.

O Regulamento Geral de Competições da CBF prevê o uso de árbitro de vídeo, mas não há obrigatoriedade do uso em todas as rodadas ou todas as partidas do mesmo torneio.

Fonte: Globo Esporte

Categorias:Notícia Tags:, , , ,

Lorraine Watson se torna a primeira árbitra na liga escocesa masculina

No último final de semana a alemã Bibiana Steinhaus (38) se tornou a primeira mulher a atuar como árbitra principal em uma competição de alto nível da Europa na partida entre Herta Berlim e Werder Bremen. Uma grande conquista das mulheres no Velho Continente e no mundo.

Seguindo essa nova era onde as mulheres estão mostrando suas competências e ganhado mais espaço, mesmo em lugares que antes eram quase que confinados aos homens, uma nova oportunidade foi dada na Escócia. Lorraine Watson, de 32 anos, comandou a vitória de 1 a 0 do Edimburgo City sobre o Berwick Rangers, no Ainslie Park, válida pela Segunda Liga Escocesa (League Two), o que equivale à quarta divisão do país. Foi a primeira mulher a apitar uma partida deste nível no país. Ela espera que sua estreia ajude outras mulheres a conquistar eu espaço.

– Os objetivos agora são maiores que antes. Quanto mais acontecer, mais natural se tornará. E isso pode virar exemplo para os jovens que estão chegando e querem alcançar níveis mais altos – disse Watson.

A estreante havia sido escalada como quarta-árbitra em 4 partidas da Euro Feminina 2017 em julho.

Watson disse que os jogadores a respeitaram como qualquer outro árbitro que tivesse apitando a partida e não houve problemas.

– Me trataram normalmente, como qualquer outro árbitro. Reclamaram comigo como fariam com qualquer outro árbitro homem.

– Tudo se trata das decisões feitas em campo. Não importa seu gênero, se a torcida ou os times não ficarem satisfeitos com as decisões, eles vão pegar no seu pé. Infelizmente, se você é uma mulher, eles geralmente vão levar isso em conta e usarão isso como argumento. Se acertar ninguém vai nem te notar.

Não foi do dia pra noite

Há quatro anos atrás Watson havia bandeirado uma partida do Rangers no estádio Ibrox, apitou no Campeonato Sub-19 Europeu Feminino e na Liga Feminina local, o que a levou à categoria de árbitros em desenvolvimento para a categoria 1 do seu país.

– Todos os árbitros iniciam na categoria 7, são observados em seus jogos e progridem na carreira. Agora estou na categoria de desenvolvimento. Já atuo há 15 anos na arbitragem, então não foi do dia pra noite, foi um longo aprendizado. Espero ter mais jogos na Segunda Liga ainda este ano, ser avaliada e quem sabe chegar na categoria 1. Isso pode me abrir as portas para a primeira divisão.

Brasil teve uma mulher na Primeira Divisão há 14 anos

Embora a Europa seja o grande berço cultural do planeta e mostre um avanço social em geral maior que outras regiões, foi no Brasil que uma mulher atingiu o topo da carreira na arbitragem há muitos anos atrás.

Silvia Regina de Oliveira, ex-árbitra FIFA, chegou na primeira divisão do Campeonato Brasileiro em 2003, estreando com um trio feminino na partida entre Guarani e São Paulo, assistida por Ana Paula de Oliveira e Aline Lambert. Dia histórico. Apitou importantes partidas e permaneceu neste nível até 2005, incluindo um clássico entre São Paulo e Corintians com o estádio do Morumbi lotado. Um feito nunca mais alcançado por outra mulher no país. Silvia ainda participou de uma Olímpiada e hoje atua como instrutura de arbitragem da FIFA e faz parte do Departamento de Árbitros da Federação Paulista de Futebol.

Feliz Dia do Árbitro

Categorias:Geral

Bibiana Steinhaus é a primeira mulher a apitar nos principais campeonatos europeus

10/09/2017 1 comentário

A policial alemã Bibiana Steinhaus de 38 anos se tornou neste domingo a primeira mulher a apitar um jogo de futebol da primeira divisão de um dos maiores campeonatos europeus, ao dirigir a partida entre o Hertha Berlim contra o Werder Bremen, pela terceira rodada do campeonato alemão.

Após 10 anos de carreira na segunda divisão do seu país e ter sido designada para atuar nos mais importantes jogos do futebol feminino mundial, finalmente Bibiana foi selecionada para integrar o elenco de 24 árbitros da Bundesliga.

Embora outras mulheres tenham atuado em alto nível como árbitras assistentes em competições da França, Itália e Inglaterra, essa é a primeira vez que uma mulher chega a este nível comandando uma partida como árbitra principal. Um êxito em tanto.

A secretária-geral da FIFA, Fatma Samoura, escreveu em seu perfil no Facebook: “é uma mensagem forte para o resto do mundo”.

Em entrevista dada por Bibiana dias antes da partida, ela comentou:

– Nunca fiz isto com um objetivo de emancipação. Fiz simplesmente aquilo que amo. Mas se sou um exemplo para muitas jovens mulheres, ou mesmo uma pioneira no avanço na igualdade de direitos, fico satisfeita, evidentemente.

Categorias:Notícia Tags:, ,
%d blogueiros gostam disto: