Arquivo

Posts Tagged ‘2015’

Infográfico das Estatísticas de 2015 da Federação Paulista de Futebol

A Progols Sports, empresa inovadora em soluções de inteligência de negócio e tecnologia para o esporte, publicou um infográfico com as estatísticas do ano de 2015 da Federação Paulista de Futebol. Confira!

Infográfico FPF 2015

Anúncios
Categorias:Notícia Tags:, ,

Daronco é escolhido o melhor árbitro do Brasileirão 2015

Daronco apitou 28 partidas na Série A do Brasileiro. Os assistentes Guilherme Dias Camilo e Alessandro Rocha Matos foram eleitos os melhores da competição.

O árbitro gaúcho Anderson Daronco foi escolhido como o melhor árbitro do Campeonato Brasileiro 2015. Na noite da última segunda-feira (07/12) aconteceu a premiação, no programa “Bem, Amigos!”, do canal Sportv.

Além do árbitro, os assistentes Alessandro Rocha Matos (Fifa-BA) e Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) foram eleitos os melhores em suas respectivas funções. Os três marcaram presença no “Bem, Amigos!” para levarem o troféu para casa.

Camilo, Daronco e Matos - os melhores de 2015.

Gil, Daronco e Matos – os melhores de 2015.

Com 34 anos, Daronco foi o árbitro mais escalado nesta temporada. Apenas no Campeonato Brasileiro foram 28 partidas na Série A e duas na Série B, além de três na Copa do Brasil. Na cerimônia de premiação, o árbitro gaúcho aproveitou para citar a “cruzada” da arbitragem contra as reclamações.

– “Quero parabenizar os outros árbitros do Campeonato Brasileiro que não foram nominados aqui, os outros árbitros assistentes que também contribuíram muito para que nós pudéssemos chegar aqui. Foi um primeiro avanço no que diz respeito à cruzada pelo respeito, foi uma iniciativa da CBF e da nossa comissão de arbitragem no intuito de terminar com as reclamações excessivas, aquela perda de tempo em virtude das rodinhas e protestos em todas as tomadas de decisões. Creio que estamos num processo de evolução ainda, que nos próximos anos a gente consiga ajustar da maneira melhor isso. Prova disso é que os números mostram que as faltas diminuíram, o tempo de bola em jogo aumentou e isso acaba trazendo uma qualidade melhor para o espetáculo” – afirmou Daronco.

Categorias:Notícia Tags:, ,

Brasileiro apita final da Sul-Americana 2015

Antonio Arias e Heber Lopes irão apitar as finais da Copa Sul-Americana 2015.

Depois de realizar uma arbitragem incontestável na final da Copa do Brasil 2015, o árbitro Héber Roberto Lopes foi escolhido para a decisão da Copa Sul-Americana, junto com outros dois brasileiros como assistentes, mais uma grande decisão. A arbitragem brasileira encerra 2015 ostentando reconhecimento nas competições internacionais.

Héber teve atuação de gala na final da Copa do Brasil 2015.

A Comissão de Árbitros da Conmebol designou um trio brasileiro para atuar na decisão da Copa Sul-Americana 2015, entre Independente Santa Fé (COL) X Huracán (ARG), na próxima 4ª feira, no Estádio Nemesio Camacho, em Bogotá, na Colômbia.

trio-final-sulamericana-2015

O árbitro da final será Heber Roberto Lopes e os assistentes Kléber Lúcio Gil e Bruno Boschilia, com Péricles Cortez completando o quarteto brasileiro.

Na partida de ida disputada na 4ª feira (02) em Buenos Aires, houve empate sem gols no Estádio Tomás Duco, que teve o apito de Antonio Arias.

Arias e Lopez - agraciados com as finais da Sul-Americana.

Arias e Lopez – agraciados com as finais da Sul-Americana.

HURACÁN (ARG) x INDEPENDIENTE SANTA FE (COL)
Árbitro: ANTONIO ARIAS
Árb. Asist. 1: EDUARDO CARDOZO
Árb. Asist. 2: MILCIADES SALDIVAR
4to. Árbitro: ULISES MERELES
Assessor de Árbitros: MARTIN VAZQUEZ (URUGUAI)

INDEPENDIENTE SANTA FE (COL) x HURACÁN (ARG)
Árbitro: HEBER LOPES
Árb. Assist. 1: KLEBER GIL
Árb. Assist. 2: BRUNO BOSCHILIA
4to. Árbitro: PERICLES CORTEZ
Assessor de Árbitros: BERNARDO CORUJO (VENEZUELA)

CBF Arbitragem divulga arbitragem da última rodada do Brasileiro 2015

A CBF sorteou os árbitros que vão apitar os jogos da última rodada do Campeonato Brasileiro. As partidas serão simultâneas e acontecem às 17h deste domingo. Duelos diretamente ligados à luta contra o rebaixamento, Coritiba x Vasco, no Couto Pereira, terá Anderson Daronco (RS) como juiz, e a partida entre Figueirense e Fluminense, no Orlando Scarpelli, será apitada por Dewson Freitas (PA).

Outro time que também tenta escapar da queda, o Avaí, enfrenta o campeão Corinthians em São Paulo em duelo que terá Leandro Vuaden (RS) no apito. Já a partida entre Goiás, o 19º colocado e também ameaçado, contra o São Paulo, no Serra Dourada, terá arbitragem de Ricardo Marques. Este jogo, aliás, também é importante na definição da última vaga na Libertadores, que tem apenas São Paulo e Internacional com chances. O Inter enfrenta o Cruzeiro em casa. O jogo será apitado por André Castro.

Coritiba x Vasco da Gama
Árb: Anderson Daronco (RS/FIFA)
AA1: Alessandro Rocha de Matos (BA/FIFA)
AA2: Guilherme Dias Camilo (MG/FIFA)
Reserva: Nielson Nogueira Dias (PE)

Atlético MG x Chapecoense
Árb: Wilton Pereira Sampaio (GO/FIFA)
AA1: Fabrício Vilarinho da Silva (GO/FIFA)
AA2: bruno Raphael Pires (GO/Asp-FIFA)
Reserva: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Santos x Atlético PR
Árb: Marcelo de Lima Henrique (PE)
AA1: Sérgio Campelo Gomes (MA)
AA2: Ubiratan bruno Viana (RN)
Reserva: Wagner do Nascimento Magalhães (RS/Asp-FIFA)

Joinville x Grêmio
Árb: Raphael Claus (SP/FIFA)
AA1: Moises Aparecido de Souza (PR)
AA2: José Raimundo Dias da Hora (BA)
Reserva: Lúcio José Silva Araújo (BA)

Flamengo x Palmeiras
Árb: Wagner Reway (MT/Asp-FIFA)
AA1: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS/Asp-FIFA)
AA2: Fábio Rodrigo Rubinho (MT)
Reserva: Marcos André Gomes da Penha (ES)

Corinthians x Avaí
Árb: Leandro Pedro Vuaden (RS/FIFA)
AA1: Cleriston Clay Barreto Rios (SE/FIFA)
AA2: Marcelo Bertanha Barison (RS)
Reserva: Marielson Alves Silva (BA)

Internacional x Cruzeiro
Árb: André Luiz de Freitas Castro (GO)
AA1: Kleber Lúcio Gil (SC/FIFA)
AA2: Carlos Berkenbrock (SC)
Reserva: Braulio da Silva Machado (SC/Asp-FIFA)

Goiás x São Paulo
Árb: Ricardo Marques Ribeiro (MG/FIFA)
AA1: Fabiano da Silva Ramires (ES)
AA2: Pablo Almeida da Costa (MG/Asp-FIFA)
Reserva: Igor junio Benevenuto (MG/Asp-FIFA)

Figueirense x Fluminense
Árb: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA/FIFA)
AA1: Emerson Augusto de Carvalho (SP/FIFA)
AA2: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP/FIFA)
Reserva: Jailson Macedo Freitas (BA)

Ponte Preta x Sport
Árb: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ/FIFA)
AA1: Rodrigo Henrique Correa (RJ/FIFA)
AA2: Fábio Pereira (TO/FIFA)
Reserva: Rodrigo Batista Raposo (DF)

 

Categorias:Notícia Tags:, ,

Final da Copa do Brasil e a desproporção com a arbitragem

Publicado por: Cosme Rímoli.

Final da Copa do Brasil. Mais de R$ 4,8 milhões de arrecadação. Folha salarial do Palmeiras, R$ 5,5 milhões. Do Santos, R$ 3 milhões. Quem vencer garante milhões na Libertadores de 2016. Por tanta responsabilidade, o juiz Héber Roberto ganhará apenas R$ 4,8 mil. Desproporcional demais.

live-brasileirao-840831100

“Para a maioria do povo brasileiro é muito grana, mas para a responsabilidade de arbitrar uma partida final, recheada de provocações e polêmicas, além da renda que deve passar da casa dos milhões, R$ 4,8 milhões é troco e muito pouco. Pois essa será a quantia que o árbitro Héber Roberto Lopes receberá para apitar a final da Copa do Brasil 2015, entre Palmeiras x Santos.

“A taxa de arbitragem (final) para um árbitro do quilate do Héber, que é FIFA, é de R$ 4.300,00 (Quatro mil e trezentos reais), além da diária de R$ 500,00 (Quinhentos reais), a que tem direito quem for se deslocar por mais de 900 km (SC para SP).

“Em um rápido levantamento, apenas em dois jogos recentes do Palmeiras, as duas rendas ultrapassaram a casa dos milhões de reais:

02/08 – Palmeiras x Cruzeiro – Público: 38.794 pagantes Renda: R$ 3.325.090,00

28/6 – Palmeiras x São Paulo – Público: 29.233 Renda: R$ 1.989.100,00

“Logo, a taxa de arbitragem é pífia, representa quase nada, perto dessa imensidão financeira, se olharmos a importância de cada profissional diretamente envolvida em uma partida de futebol.”

Nota que acaba de ser publicada no site do meu amigo e jornalista esportivo catarinense, Polidoro Júnior.

Héber Roberto Lopes é paranaense. Mas apita pela Federação de Santa Catarina.

Vale a pena o destaque dado ao valor que ele receberá por tanta responsabilidade. Mostra o quanto é amadora e frágil a posição do árbitro no cenário de uma decisão no Brasil.

O campeão da Copa do Brasil deverá ficar com R$ 7 milhões. E o vice, R$ 5 milhões.

Fora que a conquista vale a classificação para a Libertadores. E a perspectiva de mais milhões de reais, patrocinadores fortes. Investimento em equipe competitiva.

Entre luvas e salários, Lucas Barrios embolsa R$ 700 mil.

Ricardo Oliveira ganha R$ 400 mil mensais.

A folha salarial do Palmeiras é de R$ 5,5 milhões.

A do Santos, R$ 3 milhões.

A arrecadação da final na arena palmeirense passará dos R$ 4,8 milhões.

Os dois times já são rivais tradicionais. O clima de competição entre os dois só aumentou por terem disputado a final do Paulista. Na primeira partida na Vila Belmiro, quase houve briga após o final do jogo. Há a certeza de muita discussão e tensão no jogo final.

Para conduzir essa decisão, Heber receberá R$ 4,8 mil.

É justo?

É profissional?

Seja qual for o juiz.

Esta desproporção é assustadora…

Fonte: Blog do Cosme Rímoli

Categorias:Notícia Tags:, ,

Árbitro Flávio Guerra é suspenso por 100 dias por clássico paulista no Brasileiro

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anunciou uma punição em seu site, nesta segunda-feira (30), ao árbitro Flávio Rodrigues Guerra, que foi suspenso por 100 dias e pagamento de R$ 1 mil de multa por infração cometida por ele em clássico paulista, disputado entre Santos e Corinthians, no segundo turno do Campeonato Brasileiro, no dia 20 de setembro.

arbitro-flavio-guerra

Guerra foi julgado pela Quinta Comissão Disciplinar do STJD. Cabe recurso à decisão, que se deu por unanimidade dos votos.

Na partida, vencida pelo Corinthians por 2 a 0, em Itaquera, o juiz assinalou pênalti de Zeca, lateral santista, em Vagner Love, mas expulsou o zagueiro David Braz pelo lance. Na sequência, narrou na súmula que o defensor reclamou de forma ofensiva contra sua decisão, fato que as imagens não comprovaram.

Braz foi absolvido em julgamento em primeira instância no STJD, quando sua defesa confirmou tese de que ele não havia se dirigido à arbitragem. A Comissão Disciplinar baixou processo para averiguar infração de Flávio Guerra.

A Procuradoria optou por denunciá-lo em dois artigos, o 259 e o 266, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD)

O 259 diz respeito a “deixar de observar as regras da modalidade”. Já o 266 diz o seguinte: “Deixar de relatar as ocorrências disciplinares da partida, prova ou equivalente, ou fazê-lo de modo a impossibilitar ou dificultar a punição de infratores, deturpar os fatos ocorridos ou fazer constar fatos que não tenha presenciado”.

Os Auditores absolveram Flávio Guerra no artigo 259 e decidiram aplicar 100 dias de suspensão, além de multa de R$ 1 mil, pela infração no 266.

Fonte: UOL

Héber apita final da Copa o Brasil 2015 com assistentes paulistas

O paranaense Héber Roberto Lopes foi o árbitro sorteado nesta segunda-feira para apitar o jogo final da Copa do Brasil entre Palmeiras e Santos. A partida, marcada para hoje, será disputada no estádio Palestra Itália.

Heber_Djalma

O outro concorrente à decisão era o gaúcho Anderson Daronco. Como assistentes foram escolhidos os paulistas Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse, os mesmos da primeira final. Todo o trio integra o quadro da Fifa. O quarto árbitro será o mineiro Ricardo Marques.

O primeiro jogo da decisão – vencido pelo Santos por 1 a 0, na Vila Belmiro – foi tenso. Palmeirenses reclamaram a não marcação de um possível pênalti do zagueiro David Braz no atacante Lucas Barrios no início do segundo tempo. Já os santistas reclamaram de uma falta sobre Ricardo Oliveira que poderia render um cartão vermelho para o defensor Jackson. Durante o duelo, o árbitro Luiz Flavio sentiu um lesão e precisou ser substituído pelo quarto árbitro, Marcelo Aparecido de Souza, que continuou bem a partida.

Héber tem 43 anos e apitou 25 partidas na temporada de 2015. Foram 13 vitórias dos donos da casa, cinco triunfos dos visitantes e sete empates em jogos válidos pelos Campeonatos Brasileiros das Séries A, B e C. Apitou três partidas do Santos, todas disputadas na Vila Belmiro. Ele apitou um empate sem gols contra o Flamengo e as vitórias por 3 a 1 sobre o Internacional e por 4 a 0 diante do Atlético-MG. O árbitro não atuou em nenhuma partida do Palmeiras nesse ano.

O Santos tem a vantagem e conquistará o título da Copa do Brasil caso empate o jogo no Palestra Itália. Já o Palmeiras precisa de uma vitória por dois gols de diferença para sair com o troféu. Um triunfo do Verdão pelo placar mínimo leva a decisão para os pênaltis – não existe o critério do gol fora de casa.

%d blogueiros gostam disto: