Arquivo

Posts Tagged ‘2018’

Museu do Futebol promove debate sobre a tecnologia do VAR no Brasil

O árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) foi novidade na Copa do Mundo da Rússia, onde a ferramenta conferiu índice de 99,3% de acerto, segundo dados divulgados pela Fifa. No Brasil, o VAR começou a ser utilizado nas quartas de final da Copa do Brasil durante a última semana e no próximo dia 10 de agosto, sexta-feira, o Museu do Futebol, em São Paulo, promoverá um debate gratuito a partir das 19h (de Brasília) sobre o uso da tecnologia no futebol brasileiro, com a presença de especialistas no assunto.

O principal objetivo do VAR é acabar com possíveis dúvidas em lances considerados polêmicos dentro do gramado. A versão utilizada em solo brasileiro, no entanto, causa uma série de dúvidas, já que aqui existe uma série de mudanças em relação à ferramenta utilizada na Rússia, como o número de câmeras e a geração de imagens, que usará sinais de duas emissoras de televisão.

É justamente por esse motivo que a instituição programou o evento, que será realizado no auditório, com nomes como Manoel Serapião Filho, instrutor de árbitros e idealizados do VAR; Sandro Meira Ricci, árbitro que trabalhou nas duas últimas Copas (2014 e 2018), inclusive tendo participado da equipe da Fifa para o uso da tecnologia no Mundial da Rússia; Raphael Claus, árbitro Fifa por São Paulo; Fernanda Colombo, ex-auxiliar de arbitragem e escritora; e Roberto Perassi, ex-árbitro, instrutor de árbitros da Fifa e da Conmebol e diretor de desenvolvimento de arbitragem na Federação Paulista de Futebol.

Com mediação do ex-árbitro Daniel Destro, objetiva-se discutir as mudanças do modelo, se haverá impacto no mercado de trabalho, as primeiras impressões do VAR em território nacional, quais os aspectos que podem ser melhorados, o custo da ferramenta (R$ 50 mil por partida), entre outros.

Debate: E agora, VAR? O que o árbitro de vídeo pode mudar no futebol brasileiro

Data: 10 de agosto de 2018 (sexta-feira)

Horário: 19h (de Brasília)

Local: Auditório do Museu do Futebol (Praça Charles Miller, S/N, São Paulo – SP)

Participação gratuita

Anúncios

Árbitro assistente invade campo durante ataque na Série B do Brasileiro

O árbitro assistente Márcio Gleidson Correia Dias, do Pará, invadiu o campo de jogo durante um ataque do Figueirense, em jogo contra o CRB, válido pela Série B do Brasileiro, na noite da última terça-feira (31 e julho).

Embora a situação seja hilária e possa causar espanto, o assistente não fez nada de errado. Ele acabou buscando um posicionamento melhor por conta jogada, ou apenas acabou invadindo o campo pela dinâmica do lance. No final, Márcio acertou o impedimento marcado. O importante acertar a marcação é não atrapalhar o andamento normal da partida. Segue o jogo.

Veja o vídeo:

Categorias:Notícia Tags:,

VAR estreia hoje na Copa do Brasil

Jogos da Copa do Brasil serão os primeiros de nível nacional a contar com o auxílio da tecnologia, que também estará presente nas partidas da Libertadores e da Sul-Americana.

Começa nesta quarta-feira a “era VAR” em competições nacionais no Brasil. O recurso do auxílio do árbitro de vídeo, que fez sucesso na Copa do Mundo, estará disponível nas quatro partidas das quartas de final da Copa do Brasil.

O primeiro a contar com essa tecnologia será o jogo entre Santos e Cruzeiro, que começa mais cedo: às 19h30, na Vila Belmiro. Corinthians x Chapecoense (em SP) e Grêmio x Flamengo (no RS), ambos às 21h45, completam a rodada desta quarta. Bahia e Palmeiras se enfrentam quinta, às 19h15, em Salvador.

Vale lembrar que o VAR também estará disponível na Libertadores e na Sul-Americana, a partir das quartas de final. As oitavas, ainda sem esse recurso, começam na semana que vem. As finais da Recopa, no ano que vem, também terão a tecnologia, como já aconteceu este ano.

Antes, em nível regional, o vídeo foi usado em jogos como a final do Campeonato Pernambucano – e foi decisivo –, um Gre-Nal pelo Gauchão e a decisão do Catarinense.

A participação do VAR se resume em quatro situações:

  • Gols
  • Pênaltis
  • Cartão vermelho direto
  • Erro de identificação de jogadores na aplicação de cartões

O VAR foi testado em jogos como Corinthians x Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro, na semana passada, mas sem que o recurso fosse aplicado na prática. A ideia era testar a tecnologia de vídeo dentro de um estádio.

A utilização do recurso nas 14 partidas restantes da Copa do Brasil terá um custo de R$ 700 mil – R$ 50 mil por jogo. Serão de 14 a 16 câmeras por jogo. Haverá salas para o VAR nos estádios e cabines de revisão no gramado. As salas terão quatro pessoas: árbitro de vídeo, assistente, operador e supervisor. E um assessor da CBF estará sempre nos jogos onde houver VAR.

Fonte: Globo Esporte

Árbitro argentino supera brasileiro e vai apitar abertura da Copa 2018

Néstor Pitana será o juiz encarregado de Rússia e Arábia Saudita, na quinta (14).

O argentino Néstor Pitana, 42, será o árbitro da partida de abertura da Copa do Mundo, entre Rússia e Arábia Saudita que acontece nesta quinta-feira (12) no estádio Lujniki, em Moscou. O jogo terá início às 12h (de Brasília). Pitana terá como assistente os compatriotas Juan Pablo Belatti e Hernán Maidana.

O brasileiro Sandro Meira Ricci trabalhará como quarto árbitro. Ele era cotado para ser o juiz da abertura e foi levado pela FIFA para uma entrevista coletiva nesta terça-feira (12).

O Brasil nunca teve um árbitro no primeiro jogo da Copa. Só em finais: Arnaldo Cézar Coelho apitou em 1982 e Romualdo Arppi Filho em 1986.

Natural da província de Misiones, Pitana vai à sua segunda Copa do Mundo. Ele também trabalhou na Copa do Mundo no Brasil, em 2014, onde atuou em quatro partidas. Seu último jogo foi nas quartas de final, quando a Alemanha venceu a França por 1 a 0.

O argentino teve pequenas atuações como ator em sua juventude, tendo participado de um filme chamado “La Furia”, no qual interpretou um guarda numa prisão.

A FIFA também apontou o italiano Massimiliano Iratti como árbitro principal de vídeo (VAR). Ele trabalhará de uma sala montada dentro do IBC, o centro Internacional de transmissões localizado em Moscou.

Fonte: Folha de São Paulo

Categorias:Notícia Tags:, , ,

Gandula impede gol, apanha e árbitro marca pênalti

Segundo Leonardo Gaciba, comentarista de arbitragem da TV Globo, decisão do juiz é erro de direito, que poderia levar à anulação da partida.

Raimundo Rodrigues Lima foi o protagonista do jogo entre Taboão da Serra e Desportivo Brasil, no dia 19 de maio, pelo Campeonato Paulista Sub-17. Ele foi decisivo para o time da casa ao impedir um gol do adversário. Mas Raimundo não é um goleiro munido de reflexos, um zagueiro certeiro ou um volante viril. É um gandula.

Aos 33 minutos do segundo tempo, quando a partida estava empatada por 1 a 1, Raimundo chutou a bola e atrapalhou um lance de ataque do Desportivo Brasil. Segundo a súmula do árbitro André Pereira Monteira, o gandula “foi expulso ao invadir o campo de jogo evitando o que seria um gol da equipe do Desportivo Brasil, chutando a bola que estava próximo a linha de meta”.

Foram oito minutos de confusão entre os dois times, e isso incluiu uma agressão a Raimundo. Segundo a súmula do jogo, João, zagueiro do Desportivo Brasil, “foi expulso por desferir um soco no olho esquerdo do gandula”. Na confusão, Kaíque Natan, do Taboão, também foi expulso – por chutar um adversário.

Diante da ação do gandula, interferindo na partida, o árbitro decidiu marcar pênalti. Decisão correta? Segundo o ex-árbitro Leonardo Gaciba, comentarista de arbitragem da TV Globo, não.

Gaciba lembra uma pegadinha da regra. É correta a marcação do pênalti quando um lance assim ocorre por interferência de alguém que não esteja em campo, mas conste na súmula – um médico ou massagista, por exemplo. Mas o gandula não aparece na súmula. Por isso, não deveria ter sido marcado pênalti.

E o que deveria ter sido marcado, então?

– Era bola ao chão. Se o gandula consegue impedir o gol, é bola ao chão. Se ele tenta e não consegue, se a bola entra mesmo assim, aí tem que manter o gol – explica Gaciba.

O equívoco, lembra Gaciba, é um erro de direito – quando o árbitro toma uma decisão que mostra desconhecimento da regra. Isso poderia levar o time prejudicado, o Desportivo, a pedir a anulação da partida. Mas o pedido deve ser feito até 48 horas depois da partida, e isso não aconteceu.

E não aconteceu porque o Desportivo conseguiu vencer o jogo. Matheus Chulapa converteu o pênalti e fechou o jogo em 2 a 1.

Punição

O gandula foi denunciado pelo TJD-SP e deveria ter sido julgado nesta segunda-feira, mas a sessão foi cancelada em função da grave dos caminhoneiros. O caso será analisado no dia 4 de junho. Raimundo foi denunciado nos artigos 258 e 258-B do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) – que falam sobre assumir conduta contrária à ética e à disciplina e invadir local reservado. A pena vai de 15 a 180 dias de suspensão.

Fonte: Globo Esporte

Categorias:Notícia Tags:

Árbitro da Copa é banido por manipulação de resultados

Escalado com um dos 36 juízes do Mundial, Fahad Al-Mirdasi é punido por toda a vida. Participação na Copa fica à critério da Fifa, que ainda não se pronunciou.

Dirigentes da Federação da Arábia Saudita (SAFF) baniram o árbitro Fahad Al-Mirdasi do futebol pelo resto da vida, dois meses após ele ser anunciado como um dos 36 juízes escalados para apitar os 64 jogos da competição. A Fifa ainda não se posicionou diante da punição, mas a “Reuters” disse que a SAFF solicitou a sua retirada do Mundial da Rússia. O juiz admitiu ter feito uma oferta para interferir no resultado da final da Copa do Rei da Arábia no último sábado e está detido pela polícia local.

– Na noite de 11 de maio de 2018, Al Mirdasi procurou por mensagem de texto um funcionário ligado a um dos finalistas e solicitou dinheiro corrupto em troca de ajuda na decisão. Al Mirdasi está atualmente sob custódia da polícia, tendo confessado a solicitação pelo pagamento corrupto. A polícia apreendeu seu celular quando ele foi preso – disse a SAFF em um comunicado emitido nesta segunda-feira.

Sob suspeita, ele já tinha sido afastado da decisão da final da Copa do Rei, entre Al-Ittihad e Al-Faisaly, no último sábado. A Fifa divulgou a lista oficial de árbitros que trabalharão na Copa do Mundo em março, com 36 juízes principais e 63 assistentes de 46 países diferentes. Entre eles, 16 asiáticos, seis deles árbitros: Alireza Faghani (Irã) Ravshan Irmatov (Uzbequistão) Mohammed Mohamed (Emirados Árabes) Ryuji Sato (Japão) Nawaf Shukralla (Bahrein), além de Fahad Al-Mirdasi.

Fonte: Globo Esporte

Categorias:Notícia Tags:,

Primeiro árbitro do Brasil

Antonio Casimiro da Costa foi o primeiro árbitro do Brasil.

No dia 3 de maio de 1902, há exatos 116 anos, ele apitou a primeira partida oficial do país, Mackenzie 1 x 2 Germânia, no campo do Parque da Antártica Paulista (atual estádio do Palmeiras), válida pelo Campeonato Paulista.

Junto com Charles Miller, ele foi o idealizador e fundador da Liga Paulista de Foot-Ball, em 19 de dezembro de 1901.

Quer saber mais sobre os Grandes Árbitros do Futebol Brasileiro? Siga o Instagram e o Facebook da página!

http://www.instagram.com/grandesarbitros

http://www.facebook.com/grandesarbitros/

http://www.grandesarbitros.com.br

#grandesarbitros

Categorias:Notícia Tags:, ,
%d blogueiros gostam disto: