Arquivo

Posts Tagged ‘Carioca’

Volta dos árbitros adicionais no estadual do Rio já causou polêmica

05/02/2017 1 comentário

A FERJ decidiu utilizar novamente os árbitros assistentes adicionais nas partidas do estadual carioca de 2017. Nas primeiras rodadas e já se criou uma polêmica pela decisão e influência no resultado da partida.

aaa-ferj-2017-gol

O adicional, Leandro Newley Ferreira Belota, não viu a saída da bola no gol do Botafogo. Já nos acréscimos no 2° tempo, Guilherme tenta evitar a saída da bola e Tanque faz o gol da vitória alvinegra. O lance gerou grande revolta do time do Macaé. Confira o lance.

aaa-rj-2017

Anúncios
Categorias:Notícia Tags:, , , ,

Melhores árbitros do Carioca 2012

A festa de encerramento do Campeonato Carioca 2012 premiou os melhores do ano, dentre eles os árbitros que atuaram na competição estadual. O árbitro FIFA Marcelo de Lima Henrique, que apitou a grande final da competição, foi eleito o melhor árbitro.

Confira os premiados.

Árbitro:
1º Marcelo de Lima Henrique
2º Luis Antonio Silva Santos
3º Wagner Nascimento Magalhães

Assistentes:
1º Wagner de Almeida Santos
2º Luiz Antônio Muniz
3º Rodrigo Figueiredo

Árbitro Revelação:
Grazianni Maciel

Árbitro da final do Carioca 2012 leva a bola do jogo

O árbitro Marcelo de Lima Henrique não se contentou em vencer Rafael Moura na disputa pela bola do jogo Botafogo x Fluminense, neste domingo, no Engenhão. Autor do gol da vitória (1 a 0) do Tricolor, o atacante queria levar a bola para casa como recordação do título carioca, mas foi impedido pelo árbitro que, além de ter ficado com a lembrança, ainda postou no Facebook uma foto do objeto de desejo e uma provocação: “Essa é minha. Kkkkkkk”.

Entre os 60 comentários de seu post, Marcelo de Lima Henrique deixou também um esclarecimento: “Amigos, nunca iria zoar nenhum atleta, foi só uma atitude para garantir meu troféu, fiquei até tentando depois conseguir uma bola pra ele, pois fez o gol da vitória e merecia também uma bola”, escreveu.

Para o árbitro, o desfecho do episódio foi considerado mesmo uma vitória. Tanto que no seu perfil no Facebook, sob o título “O Troféu do Árbitro”, Marcelo de Lima Henrique fez questão de postar também um vídeo no qual Rafael Moura lhe pedia a bola e ele, autoritário, mostrava quem mandava no pedaço: “É minha”.

Com a tão disputada bola rolando, Marcelo de Lima Henrique optou por não marcar dois pênaltis, um para cada lado, em lances polêmicos. Nesta segunda-feira, ele disputa a eleição de melhor árbitro do Campeonato Estadual, na festa de premiação da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, no Vivo Rio.

Fonte: Extra

Casal de árbitros atuou junto no Campeonato Carioca

Namorados há 16 anos, casados há cinco, Rodrigo Nunes de Sá e Andreia Isaura de Sá atuaram pela primeira vez juntos como integrantes do trio de arbitragem da partida entre Flamengo e Cabofriense, do dia 20 de março, no Moacyrzão – ele é o árbitro e ela, uma bandeirinha. E esta foi a primeira vez que um casal apitou um jogo na Série A do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.

– É inédito no Rio de Janeiro, no Brasil. Quem sabe no mundo – disse o presidente da Comissão de Arbitragem do Rio de Janeiro, Jorge Rabello.


– Na verdade, é até melhor trabalhar com ela pela afinidade. A gente se entende pelo olhar, basta uma troca de olhares. Evitamos até falar muito. Facilita em campo – diz Rodrigo Nunes de Sá.

O casal garante estar preparado para tudo. Rodrigo diz que sempre apoiou a mulher na escolha de integrar o quadro de arbitragem da Federação de Futebol do Rio de Janeiro. Ela, ex-jogadora de futebol e atualmente pedagoga da Prefeitura de Mesquita, atua desde 2007. Uma relação amorosa que envolve bola, apito, cartões, súmulas….

– É a realização de um sonho nosso. É o nosso primeiro jogo na Primeira Divisão – diz Andreia.

Tudo obviamente tem o lado B. Acostumados à responsabilidade de não poder errar e ter os atos minuciosamente apurados pelo rigoroso e preciso tira-teima da TV, Rodrigo e Andreia serão submetidos à avaliação popular. Isto é: sob risco de xingamento, tendo a reputação atacada. Ao marido, diante dos coros impublicáveis, resta agarrar-se ao profissionalismo.

– É normal. A gente sabe separar. O torcedor não está xingando a pessoa, mas o árbitro. Não é o Rodrigo, nem a Andreia – defende Rodrigo. Em apito de marido e mulher é bom não errar por que todo mundo mete a colher.

Fonte: Extra / SAFERGS

Com apenas 26 anos, Pathrice Maia apitou seu primeiro clássico

Com apenas 26 anos de idade, o árbitro Pathrice Maia enfrentou o primeiro grande desafio de sua carreira. Escalado para o Fla-Flu do último domingo, no Engenhão, o árbitro, que também é professor de geografia, estava tranquilo e disse que esperava por esse momento.

Apesar de pertencer ao quadro da CBF, Pathrice Maia jamais atuou na elite do futebol nacional. Em 2010, conduziu um jogo da Série B. Na Série A, esteve escalado apenas como reserva.

Sem demostrar surpresa com a escalação, o jovem juiz, que participa do Campeonato Carioca desde 2008, afirma que o seu grande objetivo é passar despercebido durante o clássico.

– Na realidade, estava esperando (a escalação). Ainda mais porque perdi o sorteio da semifinal da Taça Guanabara. Sou um dos árbitros que mais apitou nesse estadual e fiquei muito satisfeito pelo reconhecimento do meu trabalho. Todo jogador sonha disputar uma Copa do Mundo. E o árbitro também. O atleta deseja fazer o gol para aparecer. Eu quero passar despercebido. Para o árbitro, não aparecer é aparecer. Vi o jogo do Flamengo contra o Bangu e também o último do Fluminense. É importante saber a característica de cada jogador.

Mesmo sendo seu primeiro clássico, Pathrice Maia diz que está acostumado a comandar jogadores renomados em campo. Para ele, a receita para ter o controle do jogo é tratar todos atletas da mesma maneira.

– “Desses atletas, o único que não apitei um jogo foi o Ronaldo. Não permito indisciplina, e o pessoal já me conhece. É uma satisfação trabalhar em uma partida com grandes jogadores, mas trato todos com o mesmo respeito. O nome não vai interferir na hora de aplicar um cartão vermelho, por exemplo.”

– “Se não fosse um clássico, talvez iria ao cinema. Não tenho muitas manias, mas gosto de me aquecer dentro de campo para receber logo as primeiras vaias. Assim, quando retorno, a torcida já me esqueceu (risos). Gosto do ambiente das arquibancadas. Sou um árbitro realizado e não um jogador frustrado” – garante.

Flamengo x Fluminense
Árbitro: Pathrice Maia
Assistentes: Ricardo Maurício Ferreira de Almeida e Eduardo de Souza Couto

Categorias:Notícia Tags:, , , ,

Arbitragem Carioca usará rádios da Copa do Mundo

10/11/2010 1 comentário

Comunicador usado na Copa 2010

O SAPERJ (Sindicato dos Árbitros Profissionais do Estado do Rio de Janeiro), com a anuência da FFERJ, renovou na última sexta-feira o contrato de patrocínio pelo terceiro ano consecutivo com a marca LUPO, para exposição de sua marca no calção dos árbitros durante o Campeonato Carioca de 2011.

O fechamento da negociação possibilitou a importação de 54 rádios do sistema de comunicação para árbitros VOK-REF-05, utilizados na última Copa do Mundo e pela UEFA. São Kits com nove maletas contendo seis rádios, seis auriculares universal, sistema sem fios, comunicação full duplex com áudio conferência entre os seis árbitros.

O Presidente do SAPERJ e da COAF-RJ, Jorge Rabello, comentou mais essa inovação da arbitragem carioca: -“Vivemos um momento histórico na arbitragem do Rio de Janeiro, fica evidenciado o sucesso da parceria FFERJ/SAPERJ e o compromisso de ambos com a formação, capacitação e desenvolvimento dos árbitros do Rio de Janeiro. O investimento na compra, impostos e encargos de importação e contrato anual de manutenção será em torno de 80 mil euros.

Estamos importando o que há de melhor no mundo em matéria de comunicadores para árbitros, sistema 100% mãos livres, filtro digital para ruídos, sistema encriptado, confidencialidade de comunicação, aparelhos leves, compactos e robustos. Esses equipamentos chegarão ao Brasil em novembro e no mês de dezembro dois representantes da empresa estarão no Rio de Janeiro ministrando treinamento para nossos instrutores e membros da comissão de arbitragem. Em janeiro do próximo ano, estaremos repassando informações e ministrando treinamento para os árbitros em nossa pré-temporada no CT do Vôlei em Saquarema.” – disse.

Rabelo fez questão, mais uma vez, de agradecer o apoio dado pelo Presidente da FERJ aos árbitros: -“Reitero meus agradecimentos ao Presidente da FFERJ, Dr. Rubens Lopes, pelo apoio a nossa parceira comercial com a LUPO e acima de tudo, pela confiança depositada nesses três anos que estamos à frente da Comissão de Arbitragem do Rio de Janeiro.” – finalizou Jorge Rabelo.

Fonte: Uruan Júnior / Agência FERJ
http://www.fferj.com.br/2009/noticias/index.asp?idnoticia=5030

Cariocas farão pré-temporada no Centro do Vôlei em Saquarema

Com o objetivo de disponibilizar o que há de melhor na preparação da arbitragem para o Campeonato Carioca de 2011, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) acertou nesta sexta-feira, dia 08, com a CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) o local de realização da pré-temporada dos árbitros e assistentes da COAF-RJ. De 10 a 14 de janeiro, a “casa” da arbitragem do Rio de Janeiro será o Centro de Desenvolvimento do Vôlei em Saquarema (foto).

Jorge Fernando Rabello, Presidente da COAF-RJ, comentou mais esta oportunidade dada pela FERJ aos árbitros:

– “Gostaria de agradecer mais uma vez ao Presidente da FFERJ, Dr. Rubens Lopes, que, como sempre não poupa esforços no sentido de apoiar e aprovar as iniciativas que são positivas para a arbitragem do Rio de Janeiro. A pré-temporada no CT do Vôlei em Saquarema representa um salto de qualidade na preparação de árbitros e assistentes, uma vez que, teremos a nossa disposição total infraestrutura com instalações, equipamentos, campo de futebol, academia, piscina e auditório com equipamento multimídia.” – mencionou.

Assessoria de Imprensa: Uruan Júnior/ Agência FERJ
Foto: Divulgação
http://www.fferj.com.br/2009/noticias/index.asp?idnoticia=4910

Categorias:Notícia Tags:, ,
%d blogueiros gostam disto: