Arquivo

Posts Tagged ‘Ricci’

CBF confirma trio brasileiro na arbitragem do Mundial de Clubes

O Brasil ainda pode ser representado no Mundial de Clubes pelo Grêmio, que luta pelo título da Libertadores e está na semifinal da competição continental. De qualquer forma, o país já sabe que estará presente nos Emirados Árabes Unidos.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou, nesta segunda-feira, que o trio de arbitragem formado por Sandro Meira Ricci como juiz, além de Emerson de Carvalho e Marcelo Van Gasse como assistentes, foi convocado para participarem do Mundial.

Além deles, Wilton Pereira Sampaio foi escolhido como um dos profissionais que trabalhará como árbitro de vídeo na competição. O evento contará com o uso de tecnologia, como aconteceu na edição de 2016.

De acordo com o comunicado da entidade que comanda o futebol nacional, os representantes da arbitragem brasileira chegarão a Abu Dhabi em 30 de novembro, para iniciarem a preparação para o torneio que reúne os campeões de cada continente, além de um representante do país-sede.

Dos sete participantes do Mundial de Clubes, quatro já estão definidos. O principal é o Real Madrid, campeão europeu. Além dos espanhóis, Auckland City-NZL (Oceania), Pachuca-MEX (América do Norte, Central e Caribe) e Al-Jazira (campeão dos Emirados Árabes Unidos) disputarão o torneio, que acontece entre 6 e 16 de dezembro.

Fonte: ESPN

Anúncios

Ricci será o primeiro árbitro de vídeo da história da Libertadores

O brasileiro Sandro Meira Ricci será o primeiro árbitro de vídeo da história da Copa Libertadores. A Conmebol anunciou nesta quarta-feira (18) que Ricci foi o encarregado da função para a primeira partida da semifinal entre River Plate e Lanús, no Monumental de Núñez, no próximo dia 24.

A equipe de arbitragem será composta por brasileiros e equatorianos. Wilton Sampaio será o árbitro, auxiliado por Bruno Boschilia e Kleber Lucio Gil. Anderson Daronco é o quarto árbitro, enquanto Ricci cuidará da arbitragem de vídeo ao lado dos assistentes Roddy Zambrano e Christian Lescano, ambos do Equador.

Para a semifinal entre Barcelona de Guayaquil e Grêmio, cujo primeiro jogo será no Equador, no dia 25, o time de arbitragem será um misto entre argentinos e peruanos. Nestor Pitana apitará o jogo, auxiliado por Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti, todos da Argentina. O peruano Diego Haro será o quarto árbitro, enquanto a videoarbitragem ficará a cargo de Mauro Vigliano (Argentina), com a ajuda dos assistentes Patricio Loustau (Argentina) e Jonny Bossio (Peru).

Será a primeira rodada da história da competição a contar com o auxílio da nova tecnologia de arbitragem, a fim de minimizar erros e polêmicas nos jogos decisivos.

Fonte: UOL Esportes

Trio brasileiro se prepara para Mundial Sub-17

Em preparação para a Copa do Mundo de Futebol Masculino Sub-17, que será realizada na Índia, em outubro deste ano, o árbitro Sandro Meira Ricci e os auxiliares Emerson de Carvalho e Marcelo Van Gasse participaram de treinos específicos panejados pela Comissão de Arbitragem da CBF, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Na última semana, o trio esteve na casa da Seleção Brasileira para apitar jogos da equipe sub-15 da Canarinho. O objetivo foi pegar ritmo das partidas de categoria de base.

– Apitamos muito jogo profissional. Então, exatamente por isso, estamos aqui para nos adaptar o mais rápido possível a esse ambiente de jovens. Mas a maioria deles já joga ou treina com profissionais, então, apesar de terem 17 anos, são jovens que possuem experiências. A gente espera realizar o nosso trabalho da melhor maneira possível na competição, representando a arbitragem brasileira, e podendo confirmar nosso nome para a Copa de 2018 – afirmou Sandro Meira Ricci.

O Mundial Sub-17 completa o ciclo mundial de competições FIFA para o trio de arbitragem brasileira. Eles atuaram no Mundial Sub-20 da Turquia, no Mundial de Clubes do Marrocos, na Copa do Mundo de 2014 no Brasil e nos Jogos Olímpicos Rio 2016. O único que já atuou na competição sub-17 foi o assistente Marcelo Van Gasse, que compartilhou conhecimento com os colegas.

– Participei do Mundial Sub-17 dos Emirados Árabes, e o que passei de informação para o nosso trio aqui foi principalmente sobre a velocidade de jogo e os conflitos, porque são garotos, meninos, e temos que antecipar essas situações de confrontos. A questão da parte física também é muito importante, porque a velocidade do jogo é muito diferente do profissional – destacou Van Gasse.

A importância da questão física também foi destacada pelo assistente Emerson de Carvalho, que, ao lado de seus companheiros, passou por exames fisiológicos com Guilherme Passo, fisiologista da CBF.

– Isso vai nos deixar preparados em relação à velocidade principalmente, porque o jogo dos garotos é jogo mais imprevisível. Então é bom para trabalhar nossos reflexos para trabalhar com eles – concluiu.

Fonte: CBF

Ricci apitará a final da Primeira Liga

final-primeira

O mundialista Sandro Meira Ricci será o árbitro da grande final da Copa Primeira Liga. Fluminense e Atlético-PR disputam o título da competição no dia 20, em Juiz de Fora, às 21h45. A equipe de arbitragem da partida decisiva foi anunciada nesta segunda-feira, 18, em audiência pública promovida pela ANAF.

Árbitro da Federação Catarinense de Futebol (FCF), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Ricci será auxiliado pelos assistentes Rafael da Silva Alves (Aspirante FIFA/RS) e Helton Nunes (CBF1/SC). Completam a equipe de arbitragem o 4º árbitro Gabriel Murta Barbosa Maciel (MG) e 0 5º árbitro Felipe Alan Costa de Oliveira (MG).

Sandro Meira Ricci apitou este ano 12 jogos oficiais, sendo 10 pelo Campeonato catarinense, um pelas Eliminatórias da Copa do Mundo e um pela Libertadores. Internacionalmente arbitrou a final da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2013 e a segunda partida da final da Copa Libertadores da América de 2014.

Melhor árbitro do Campeonato Brasileiro de 2010 e segundo melhor árbitro no campeonato seguinte, Sandro Meira Ricci foi o representante da arbitragem brasileira na Copa do Mundo de 2014. Foi o primeiro árbitro em competições oficiais FIFA a validar um gol com ajuda da Tecnologia da Linha de Gol, na partida França x Honduras durante a Copa do Mundo FIFA de 2014. No lance a bola bate na trave depois no goleiro hondurenho e entra no gol, o goleiro tira a bola de dentro do gol mas a tecnologia já havia confirmado o gol.

Decisão

Fluminense e Atlético-PR vão duelar pelo título da Primeira Liga no dia 20 de abril, às 21h45 (de Brasília). As duas equipes mediram forças na rodada inicial da competição, em Volta Redonda, com vitória dos paranaenses por 1 a 0. Agora, o confronto será no Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), sem vantagem do empate para um dos lados. Em caso de igualdade, a partida vai para os pênaltis.

Fonte: ANAF

Categorias:Notícia Tags:, ,

Trio brasileiro apita semi entre Argentina e Paraguai na Copa América

29/06/2015 2 comentários

arbitro-sandro-meira-ricci

O árbitro Sandro Meira Ricci será o árbitro de Argentina e Paraguai na semifinal da Copa América de 2015. Mesmo depois da polêmica no jogo entre Chile e Uruguai, o brasileiro foi confirmada pelo site da Copa América.

A participação de Sandro Meira Ricci no restante da Copa América era uma dúvida. O jornal espanhol Marca disse que o juiz seria excluído do restante da competição pelos incidentes na partida das quartas de final, principalmente por não ter visto a ‘dedada’ do zagueiro chileno Jara no atacante uruguaio Cavani, expulso por conta da sua reação violenta à provocação.

Ao lado de Ricci estarão os brasileiros Emerson de Carvalho e Fábio Pereira, como assistentes na beira do campo. O colombiano Wilmar Roldán será o quarto árbitro.

O trio brasileiro apitou o jogo entre Argentina e Uruguai na primeira fase da Copa América e também foi alvo de críticas – das duas seleções, que fizeram um jogo bastante tenso e com algumas confusões.

Os argentinos Mascherano, Messi e Aguero estão pendurados e não jogam a final caso levem cartão amarelo, mesma situação dos paraguaios Bruno Valdez, Pablo Aguilar e Osvaldo Martínez.

No outro jogo, entre Chile e Peru, apita o venezuelano José Argote, com Jorge Urrego e Byron Romero.

Definidos os árbitros da Copa América 2015 no Chile

A Conmebol definiu os árbitros selecionados para atuar na Copa América 2015 a ser realizada no Chile no mês de Junho.

A entidade escolheu os árbitros número 1 de cada país, com exceção do Chile, país sede, com três nomes, além de convidados da Concacaf.

O brasileiro Sandro Ricci (SC), que atuou na Copa do Mundo 2014 foi o nosso selecionado, além dos assistentes Emerson de Carvalho (SP) e Fábio Pereira.

Confira a lista dos convocados:

PAÍS ÁRBITROS                       FUNÇÃO
ARGENTINA  NESTOR PITANA Árbitro
HERNÁN MAIDANA Árbitro Assistente
JUAN PABLO BELATTI Árbitro Assistente
BOLÍVIA RAUL OROSCO Árbitro
JAVIER BUSTILLOS Árbitro Assistente
JUAN P. MONTAÑO Árbitro Assistente
BRASIL  SANDRO RICCI Arbitro
EMERSON DE CARVALHO Árbitro Assistente
FABIO PEREIRA Árbitro Assistente
CHILE ENRIQUE OSSES Árbitro
JULIO BASCUÑAN Árbitro
JORGE OSORIO Árbitro
CARLOS ASTROZA Árbitro Assistente
MARCELO BARRAZA Árbitro Assistente
RAUL ORELLANA Árbitro Assistente
COLÔMBIA WILMAR ROLDÁN Árbitro
ALEXANDER GUZMÁN Árbitro Assistente
CRISTIAN DE LA CRUZ Árbitro Assistente
EQUADOR CARLOS VERA Árbitro
CHRISTIAN LESCANO Árbitro Assistente
BYRON ROMERO Árbitro Assistente
PARAGUAI  ENRIQUE CÁCERES Árbitro
RODNEY AQUINO Árbitro Assistente
CARLOS CÁCERES Árbitro Assistente
PERU VICTOR H. CARRILLO Árbitro
CESAR ESCANO Árbitro Assistente
JONNY BOSSIO Árbitro Assistente
URUGUAI *DARIO UBRIACO*Apresentar provas físicas no dia 25/05/15 Árbitro
MAURICIO ESPINOSA Árbitro Assistente
CARLOS PASTORINO Árbitro Assistente
VENEZUELA JOSÉ ARGOTE Árbitro
JORGE URREGO Árbitro Assistente
JAIRO ROMERO Árbitro Assistente
CONCACAF A confirmar os 2 trios arbitrais

Os melhores árbitros dos estaduais de 2015

08/05/2015 1 comentário

Neste fim de semana se inicia mais uma temporada dos campeonatos nacionais da CBF, fechando o ciclo das competições estaduais em quase todo país.

Como de praxe, todo fim de campeonato tem seus destaques, e são eleitos melhores na arbitragem. O Refnews destaca alguns dos melhores árbitros e assistente dos estaduais do Brasil.

São Paulo

O Santos sagrou-se o campeão estadual de 2015 em São Paulo após vencer o Palmeiras na final. O trio de arbitragem de último jogo foi eleito o melhor da competição e embolsou o prêmio de R$ 200 mil, sendo 100 mil ao árbitro e 50 mil a cada assistente. Foram premiados também o segundo e terceiro melhores trios de arbitragem. São eles:

Melhor Árbitro: Árbitro Guilherme Ceretta de Lima.
Melhores Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Alex Ang Ribeiro.

Segundo colocado: Thiago Duarte Peixoto como árbitro e os assistentes Anderson José de Moraes Coelho e Carlos Augusto Nogueira Junior.
Terceiro colocado: Vinicius Gonçalves Dias de Araújo como árbitro e os assistentes Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Tatiana Sacilotti dos Santos Camargo.

premio-2015-fpf-2

Melhor trio paulista: Emerson, Cel. Marinho (presidente CEAF/SP), Ceretta e Alex Ang.

Arbitragem das finais:

Palmeiras 1 x 0 Santos – Árbitro: Vinicius Furlan; Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Junior e Anderson José de Moraes Coelho; Quarto Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima.
Santos 2 x 1 Palmeiras – Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima; Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Alex Ang Ribeiro; Quarto Árbitro: Thiago Duarte Peixoto.

Rio de Janeiro

No Carioca o Vasco foi o grande vencedor do torneio em partida disputada contra o Botafogo. Nenhum dos árbitros dos jogos finais, porém, foi eleito como o melhor da competição. Sobrou para outro nome, mais experiente e com escudo internacional da FIFA.

Melhor Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez.

Arbitragem das finais:

Vasco 1 x 0 Botafogo – Árbitro: Luis Antônio Silva dos Santos, o Índio; Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Silbert Faria Sisquim.
Botafogo 1 x 2 Vasco- Árbitro: Wagner Magalhães como árbitro; Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Dibert Pedrosa Moisés.

Minas Gerais

Por pouco a Caldense não se sagrou campeã estadual pela primeira vez. Precisava apenas de um empate mas o Atlético venceu o jogo e colocou a mão na taça.

Melhor Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira.

Arbitragem das finais:

Altético 0 x 0 Caldense – Árbitro: Cleisson Veloso Pereira; Assistentes; Guilherme Dias Camilo e Márcio Eustáquio Souza Santiago.
Caldense 1 x 2 Atlético – Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira; Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Janette Arcanjo; Quarto Árbitro: Igor Benevenuto.

Rio Grande do Sul

Em mais uma final com o clássico Gre-Nal, o gaúcho terminou com o Internacional como campeão.

Melhor Árbitro: Anderson Daronco.
Melhor Assistente: Marcelo Bertanha Barison.

Segundo colocado: Leandro Pedro Vuaden como árbitro e o assistente Rafael da Silva Alves.
Terceiro colocado: Jean Pierre Lima como árbitro e o assistente José Javel Silveira.

Arbitragem das finais:

Grêmio 0 x 0 Internacional – Árbitro: Anderson Daronco; Assistentes; José Javel Silveira e Julio César Rodrigues dos Santos. Quarto Árbitro: Daniel Soder.
Internacional 2 x 1 Grêmio  – Árbitro: Leandro Pedro Vuaden; Assistentes: Rafael da Silva Alves e Marcelo Bertanha Barison; Quarto Árbitro: Roger Goulart.

Bahia

Com uma goleada histórica de 6 a 0 sobre o Vitória da Conquista, o Bahia foi o grande campeão de 2015. O melhor árbitro da competição, no entanto, comandou a primeira partida da final.

Melhor Árbitro: Lúcio José Silva de Araújo.
Melhores Assistentes: José Raimundo Dias da Hora e Jucimar dos Santos Dias.

melhores-baiano-2015

Arbitragem das finais:

Vitória da Conquista 3 x 0 Bahia – Árbitro: Lúcio José Silva de Araújo; Assistentes: José Raimundo Dias da Hora e Jucimar dos Santos Dias; Quarto Árbitro: Eziquiel Sousa Costa.
Bahia 6 x 0 Vitória da Conquista – Árbitro: Jailson Macêdo Freitas; Assistentes: José Raimundo Dias da Hora e Jucimar dos Santos Dias; Quarto Árbitro: Gleidson Santos Oliveira.

Santa Catarina

Um campeonato ainda sem campeão definido, embora o Joinville tenha vencido segundo o regulamento. O catarinense ainda está em aberto, pois a decisão vai acontecer no Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC).

Melhor Árbitro: Sandro Meira Ricci.
Melhores Assistentes: Nadine Câmara Bastos e Kléber Lúcio Gil.

Arbitragem das finais:

Figueirense 0 x 0 Joinville – Árbitro: Celso Amorin; Assistentes: Neuza Inês Back e Eli Alves.
Joinville 0 x 0 Figueirense – Árbitro: Sandro Meira Ricci; Assistentes: Nadine Schramm Camara Bastos e Helton Nunes.

melhores-sc-2015

Pernambuco

O Santa Cruz não decepcionou e venceu a compeonato em cima do Salgueiro. O trio da primeira final foi eleito o melhor da competição.

Melhor Árbitro: Marcelo de Lima Henrique.
Melhores Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Fernanda Colombo Uliana.

Arbitragem das finais:

Salgueiro 0 x 0 Santa Cruz – Árbitro: Marcelo de Lima Henrique; Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Fernanda Colombo Uliana; Quarto Árbitro: Ana Karina Marques Valentim.
Santa Cruz 1 x 0 Salgueiro – Árbitro: Emerson Luiz Sobral; Assistentes: Albino de Andrade Albert Junior; Quarto Árbitro: Gleydson Ferreira Leite.

Paraná

Destaque para o campeão paranaense deste ano ao time do Operário que bateu o Coritiba nas duas partidas da final.

Arbitragem das finais:

Operário 2 x 0 Coritiba – Árbitro: Rafael Traci; Assistentes: Moises Aparecido de Souza e Luciano Roggebaun.
Coritiba 0 x 3 Operário – Árbitro: Adriano Milczvski; Assistentes: Bruno Boschilia e Pedro Martinelli Christino.

Goiás

No goiano deste ano o Goiás mais uma vez sagrou-se campeão, agora em cima do Aparecidense, que fez sua primeira final.

Melhor Árbitro: Wilton Pereira  Sampaio.
Melhor assistente: Fabrício Vilarinho.

Arbitragem das finais:

Aparecidense 0 x 2 Goiás – Árbitro: Wilton Pereira Sampaio; Assistentes: Márcio Soares e Bruno Pires.
Goiás 1 x 1 Aparecidense – Árbitro: Elmo Resende; Assistentes: Fabrício Vilarinho e Jesmar Miranda.

Mato Grosso do Sul

Pelo estadual Sul Matrogrossense o Comercial levantou a taça após enfrentar o Ivinhema. O árbitro da primeira final foi eleito o melhor do ano.

Melhor Árbitro: Erlanderson Martinez Rodrigues.
Melhor Assistente: Eduardo Gonçalves da Cruz.

Arbitragem das finais:

Comercial 0 x 0 Ivinhema – Árbitro: Erlanderson Martinez Rodrigues; Assistentes: Vanessa Abreu de Amaral e Leandro dos Santos Ruberdo.
Ivinhema 2 x 3 Comercial – Árbitro: Paulo Henrique Vollkopf; Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz e Daiane Caroline Muniz dos Santos.

melhores-mt-2015

%d blogueiros gostam disto: