Bandeirinha fugindo do time do Flamengo?

Uma imagem curiosa e engraçada ocorreu no jogo entre Flamengo e Cruzeiro em que o rubro-negro ganhou de virada dos mineiros com um gol de Mancuello aos 43 minutos do segundo tempo. O assistente um, após a marcação do gol, executa o procedimento normal de correr em direção ao meio do campo quando um gol é marcado. Porém, na comemoração por parte dos reservas do Flamengo, todos correm para dentro do campo, dando a impressão de que o assistente foge assustado de uma horda.

gif_grande_1

Categorias:Humor

Árbitro de vídeo dá cartão vermelho em momento histórico na Holanda

Com a recente introdução dos árbitros assistentes de vídeo (VAR) de maneira experimental aprovada pela Fifa e Ifab, a Holanda fez história ao usar a tecnologia para corrigir uma punição disciplinar na partida entre Ajax e Willem II, ocorrida no seu campeonato nacional (KNVB Cup).

O meio-campista do Willem II, Anouar Kali, entrou para a história ao ser o primeiro atleta a ser expluso com auxílio da tecnologia de vídeo replay em uma competição profissional de alto nível.

Inicialmente, o árbitro Danny Makkelie havia dado cartão amarelo a Kali pela entrada em seu adversário na disputa de bola aos 60 minutos de jogo. Após alguns segundos, no entanto, a decisão foi revista pelo VAR, o árbitro Pol van Boekel, que acompanhou a partida com o auxílio de 6 monitores, dentro de uma van que estava fora da Amsterdam Arena.

Van Boekel fez contato com Makkelie via o rádio comunicador para informar que o jogador deveria ser punido com cartão vermelho direto pela jogada faltosa e Kali foi imediatamente expulso. o Ajax venceu a partida po 5 a 0.

Veja o vídeo:

Confusão

A mudança de decisão por parte do árbitro causou estranheza nos torcedores que acompanharam a partida no local e não estavam cientes de que a partida estava sendo conduzida com o acompanhamento do árbitro de vídeo. Ao falar com repórteres após o fim da partida, van Boekel disse que espera que haja algum tipo de comunicação com o público no futuro – “eles tem o direito de saber”.

Testes do VAR

Mais testes com o VAR devem ocorrer e o próximo será na partida entre Feyenoord e Oss, quando Van Boekel será o árbitro principal e Makkelie o árbitro de vídeo responsável por monitorar a partida com uso da tecnologia.

O uso de vídeo é permitido para lances que envolvam decisões disciplinares, pênalti e gol, onde possa ter ocorrido alguma infração ou lance de impedimento não observado e que possa ser corrigido na sequência, como prevê a regra. No entanto, jogadores ou técnicos não estão autorizados a solicitar qualquer tipo de intervenção nos incidentes. É uma decisão que envolve apenas os árbitros da partida.

Tecnologia

A associação de futebol holandesa tem advogado em favor da adoção da tecnologia de vídeo, que também foi usada em um amistoso entre Itália e França no verão europeu.

“Para os espectadores na TV é fácil julgar, dado o grande número de câmeras e replays usados para revisar a decisão. O árbitro nunca teve o auxílio destes meios. Até agora.” – disse um porta voz da KNVB.

Categorias:Notícia Tags:,

Heber será julgado por empurrão em Dudu

Procuradoria do STJD analisa imagens e decide denunciar árbitro do clássico entre Corinthians e Palmeiras. Órgão confirma denúncia contra o Corinthians e pena pode variar de 15 a 180 dias.

O árbitro Heber Roberto Lopes será julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pelo empurrão que deu no atacante Dudu, do Palmeiras, no clássico entre o clube alviverde e o Corinthians, sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O apitador, irritado com a reclamação do jogador, levou o braço à altura do peito do atleta e o afastou.

heber_dudu

A Procuradoria do STJD decidiu oferecer denúncia contra o árbitro depois de analisar imagens do lance e entender que ele usou força excessiva para manter livre sua área de atuação. Ele foi incurso no artigo 273 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) – que fala sobre “praticar atos com excesso ou abuso de autoridade”. Se for punido, ele pode pegar suspensão de 15 dias a seis meses – além de multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

O texto do artigo diz que cabe ao órgão trocar a suspensão por advertência se considerar que a infração foi de pequena gravidade. Ainda não há data para o julgamento.

Fonte: Globo Esporte

Categorias:Notícia Tags:

Comentarista de arbitragem e ex-árbitro Sálvio Spínola compara gestão da CBF

De Ivens Mendes a Sérgio Correa: O que mudou no apito brasileiro?

Elaborei o quadro abaixo para mostrar ao fã de esporte o que mudou na arbitragem nessas quase três décadas, comparando quando comecei na arbitragem, no início dos anos 90, quando meu primeiro chefe em nível nacional foi Ivens Mendes (in memorium) com os dias atuais, em que a arbitragem é comandada por Sérgio Correa.

É lógico que o título deste post também poderia ser de Ricardo Teixeira a Marco Polo Del Nero.

Vale esclarecer que, nesses 26 anos, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) teve seis presidentes de Comissão de Arbitragem: Ivens Mendes, Armando Marques (in memorium), Edson Resende, Antonio Pereira, Aristeu Tavares e Sérgio Correa.

Quando comecei no apito, já escutava falar em profissionalização, dedicação exclusiva, mudanças e melhores condições de trabalho.

salvio-espn-comparacao-cbf

Fonte: ESPN

Categorias:Notícia Tags:

Heber empurra jogador Dudu do Palmeiras em clássico e vinga Ceretta

Por essa o jogador Dudu do Palmeiras não esperava. No clássico entre Corinthians e Palmeiras, disputado na Arena Itaquera em São Paulo, válido pela vigésima-sexta rodada do Brasileirão 2016, o árbitro Héber Roberto Lopes, em um momento intempestivo logo aos 9 minutos de jogo, empurrou o capitão alviverde quando o atacante se dirigia em sua direção reclamando da marcação de uma falta. Héber, árbitro caricato e de feições peculiares, disparou sua cara brava em um gesto agressivo que deixou Dudu acuado, saindo de fininho e assustado com a atitude inesperada.

O lance inusitado lembrou um triste fato na final do Campeonato Paulista de 2015, onde o mesmo Dudu, após ser expulso por Guilherme Ceretta de Lima, correu em sua direção aplicando um empurrão covarde pelas costas. Dudu foi denunciado por agressão contra o árbitro e o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da FPF condenou Dudu a uma pena de 180 dias de suspensão em primeira instância, mas, infelizmente, parece que tudo não passou de um teatro armado, pois na sequência o Tribunal fez um acordo e reduziu a pena para 6 jogos de suspensão e uma multa de 50 mil reais. Mais uma vergonha para o esporte nacional. No entanto, Dudu foi condenado na justiça comum a pagar uma reparação por dano moral de 25 mil reais para Ceretta. Cabe recurso na decisão.

dudu

Árbitras do Brasil convocadas para Mundial Sub-17 Feminino na Jordânia

jordaniaO mundial feminino de futebol sub-17 da Fifa – que ocorre a cada 2 anos – será disputado na Jordânia na edição de 2016 com início no dia 30 de Setembro e a final marcada para o dia 21 de Outubro em Amã. Ao todo serão disputadas 32 partidas, envolvendo seleções de 16 paises de todos os continentes do globo. O Brasil participará da competição e estreia contra a Nigéria dia 1 de Outubro.

A Fifa convocou o time de arbitragem responsável por comandar as partidas e chamou 2 árbitras brasileiras para integrar o grupo: a “paulista” Regildenia Holanda de Moura (baiana de nascimento, mas atua por São Paulo), e a árbitra assistente Tatiana Sacilotti, também de São Paulo.

regildenia-00

CBF cria comissão para avaliar árbitros e promete prêmio de R$ 500 mil

arbitro-marcelo-aparecido

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta segunda-feira a formação de uma comissão independente para avaliar os árbitros e auxiliares que trabalham nos jogos das Séries A e B do Campeonato Brasileiro. Ao final da temporada, os três melhores trios de arbitragem serão premiados com valores em dinheiro, totalizando R$ 500 mil em bonificações.

Essa comissão definirá notas conforme a atuação dos juízes e seus auxiliares nos 20 jogos de cada rodada (10 pela primeira divisão e 10 pela segunda). O português Vitor Pereira, que esteve presente em duas Copas do Mundo, comandará esse grupo independente de avaliadores do apito e terá como parceiros os ex-árbitros brasileiros José Roberto Wright e Cláudio Vinícius Cerdeira.

“Queremos um grupo que analise os problemas de forma independente, avaliando e apontando soluções, aplicando medidas corretivas e, ao mesmo tempo, premiando aqueles que têm um bom desempenho”, declarou o Secretário-Geral da CBF, Walter Feldman, em entrevista ao site oficial da entidade.

A comissão de ex-árbitros também terá como função definir sanções a quem cometer erros nas partidas e estabelecer “um programa de reciclagem junto à Escola Nacional de Árbitros de Futebol (ENAF)”, informa a CBF.

Outra medida é a adoção de trios fixos de arbitragem a partir da próxima rodada das Séries A e B. A confederação informa que o árbitro e seus auxiliares atuarão juntos sempre que possível, a não ser que alguém seja afastado por cometer erros.

Fonte: UOL

Categorias:Notícia Tags:
%d blogueiros gostam disto: